• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Coral dos Correios e Camerata Quarteto Novo na Biblioteca

Clique para ampliar
Na próxima quarta-feira (05), a Biblioteca recebe a apresentação do Coral da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (CORREIOS), cantando peças natalinas e em homenagem aos 100 anos de Luiz Gonzaga. Em seguida, o público assistirá ao grupo Quarteto Novo do projeto Cameratas (OSBA). O evento é gratuito e  acontece no Quadrilátero a partir das 16h.

A camerata Quarteto Novo é composta por dois instrumentos da família das madeiras e dois instrumentos da família das cordas, o grupo é formado por André Becker (flauta transversal), Ilza Cruz (fagote), Djalma Nascimento (violoncelo) e Mario Soares (violino).
 
Quando: dia 05/12, a partir das 16h
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: Projeto Domingo na Praça

Palhaço Espiga faz a diversão da criançada no "Domingo na Praça"
O Projeto Domingo na Praça da Biblioteca de Extensão estará com seu veiculo parado neste domingo, dia 02, das 8h às 12h, no bairro de Brotas, nos arredores do Cine Teatro Solar Boa Vista. Na sua programação gratuita, as crianças e jovens participam de oficinas culturais e contação de histórias, isto é, elementos que atrai crianças e adultos e contribui para criar um clima recreativo no local. A biblioteca realiza parceria com o Projeto Solar Verão 40º do Cine Teatro Solar Boa Vista.

Na Biblioteca Móvel, o público tem a sua disposição, estantes e mesas cheias de livros e revistas, incluindo obras de vários gêneros das literaturas nacional e estrangeira e infanto-juvenil, além de gibis e jornais. São mais de 2000 títulos, totalmente atualizados para promover a leitura e o entretenimento das comunidades, por onde a Biblioteca passar. Também são instalados, em torno do carro, brinquedos educativos que estimulam o raciocínio, a exemplo do xadrez, baralho e gamão, e recreativos, como peteca e boliche

Onde: Cine Teatro Solar Boa Vista - Brotas
Quando: dia 02/12, das 8h às 12h
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Dica Cultural: Feira Mensal de Livros

No próximo domingo (02), acontece a  a Feira Mensal de Livros, das 9h às 17h no Largo do Campo Grande, com estandes de editoras e livreiros, vendendo obras de todos os gêneros a preços acessíveis. Instalada sempre no primeiro domingo de cada mês, a Feira já está integrada à rotina do baiano que comparece e aproveita para comprar livros e saber das novidades literárias.

Realizada pela Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, a Feira de Livros tem o objetivo de disseminar a cultura da leitura e ser um espaço aberto a autores, editores e livreiros.

Quando: dia 02/12, das 9h às 17h
Onde: Praça Dois de Julho / Largo do Campo Grande
Quanto: Gratuito

Biblioteca recebe exposição em homenagem a Carlos Mariguella

Clique para ampliar
A exposição Mariguella: Apenas um mulato baiano e um herói brasileiro, do artista plástico Helder Bezerra, já pode ser conferida pelo público no Vão do Foyer da Biblioteca. A mostra é uma homenagem ao guerrilheiro comunista, Carlos Marighella, nascido em Salvador e que dedicou sua vida à causa dos trabalhadores, da independência nacional e do socialismo. A exposição tem entrada gratuita e fica aberta até o dia 12 de dezembro de 2012.

Quarenta e três anos após ser assassinado pelo Regime Militar, Marighella é retratado nessa exposição em vários períodos da sua vida.

Quando: de 29/11 a 16/12, das 8h30 às 21h
Onde: Vão do Foyer (térreo)
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Coral do Colégio Adventista na Biblioteca

Clique para ampliar
Na próxima segunda-feira (03), crianças do Coral do Colégio Adventista se apresentam no Quadrilátero da Biblioteca, interpretando músicas natalinas, sob a regência da professora Kayla Almeida. A atividade acontece às 15h e dá início às comemorações do Natal na instituição.

Quando: dia 03/12, às 15h
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito


Encerramento do Novembro Negro na Biblioteca


Lançamento da "2ª Temporada do Projeto Bahia de Todos os Cantos" encerra as comemorações do Novembro Negro essa sexta (30), às 18h, no Quadrilátero da Biblioteca. A atividade reunirá expressões artísticas de diferentes territórios de identidade do estado, como as Paparutas da Ilha do Pati, em São Francisco do Conde, grupos de Reisados e comunidades remanescentes de quilombo das Rãs, Xaxado com índios Pankararés, além do canto sertanejo de Wilson Aragão. Clique aqui para mais informações.

Quando: dia 30 (sexta-feira), às 18h
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito 

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Dica Cultural: Obra de Nelson Rodrigues ganha montagem na UFBA

Foto: Divulgação
O dramatugro Nelson Rodrigues, que completaria 100 anos em 2012, vai ganhar uma homenagem da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A obra "Bonitinha, Mas Ordinária" será apresentada de quarta a domingo, de 1º a 16 de dezembro, às 20h, no Teatro Martim Gonçalves. A apresentação é gratuita.

Na peça, a tentação atormenta o ex-contínuo Edgard, que tem de escolher entre o casamento por dinheiro ou por amor. Apaixonado pela vizinha Ritinha, que sustenta a mãe louca e as três irmãs, Edgard recebe a proposta de se casar com Maria Cecília, a filha de Werneck, seu patrão, que fora estuprada por cinco negros. A trama gira em torno das hesitações de Edgard.

O texto de Nelson Rodrigues é inédito na Bahia e também comemora 50 anos da primeira e histórica montagem, dirigida por Martim Gonçalves, no Rio de Janeiro. A peça já teve diversas adaptações, inclusive para o cinema, com direção de J.P. de Carvalho (1963), Braz Chediak (1981) e Moacyr Góes (2009).

Onde: Teatro Martim Gonçalves – Rua Araújo Pinho 292, Canela (3283-7850 / 3283-7851)
Quando: de 1º/12 a 16/12, de quarta a domingo, às 20h
Quanto: Gratuito (a distribuição de ingressos começa 1 hora antes de cada apresentação)
Fonte: A Tarde

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Dica de Leitura: Gregório de Matos

Poeta Gregório de Matos
Há 317 anos, morria o Gregório de Matos, considerado o maior poeta barroco do Brasil e mais importante poeta satírico da literatura em língua portuguesa, no período colonial. Nascido em Salvador, no ano de 1623, Gregório se formou em Direito, mas foi na Literatura que fez sucesso, escrevendo poemas satíricos sobre a sociedade da época. Em função destas críticas, duras e muitas vezes desbocadas, às quais não escaparam políticos, empresários e nem religiosos, foi atribuído ao poeta o apelido de “Boca do Inferno”.

Em homenagem ao poeta baiano, a “Dica de Leitura” de hoje da Biblioteca indica três obras que podem ser consultadas na Instituição ou retiradas para empréstimo. O livro de contos Crônica do Viver Baiano Seiscentista está disponível no Setor de Pesquisa e Referência, somente para consulta.  Já no Setor de Empréstimo, entre os títulos de Gregório de Matos, estão os livros Gregório de Matos: obra poética e Os Melhores Poemas de Gregório de Matos.

Os títulos indicados ajudam o leitor a entrar no universo gregoriano e viajar, através das suas palavras, para a Bahia do século 17. Vítima de uma febre contraída em Angola, Gregório de Matos morreu em Recife, em 1695, deixando uma obra rica, de grande importância para a literatura nacional, editada após a sua morte.  

Dica Cultural: K4F – Seminário de (In)Formação em Breaking

Clique para ampliar
Jovens artistas da Região Metropolitana de Salvador podem participar do "K4F – Seminário de (In)Formação em Breaking", projeto que congrega curso, workshops e palestras no intuito de fomentar a discussão e trocas de conhecimento sobre a dança e a cultura Breaking. O evento traz à capital baiana oficineiros e palestrantes do cenário da Dança de Rua do país: Ana Cristina (Crisanacross), de São Paulo; Fabiana Balduína (Fabgirl), de Brasília; e Fabricio Costa (FabricioC04), de Belo Horizonte. Contemplada pela 2ª Chamada do Calendário das Artes 2012, da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), a iniciativa se realiza entre os dias 5 e 9 dezembro, na Escola de Dança da FUNCEB (Pelourinho) e no Café-Teatro Sitorne (Rio Vermelho).

As atividades se dividem em dois eixos. O primeiro é o "Curso de Formação", especialmente direcionado a BBoys e BGirls que atuam em lideranças de grupos, projetos educativos, sociais, comunitários e artísticos, com certificação ao final. As ações do curso se dividem entre os dois locais do projeto e vão de 5 a 9 de dezembro. As inscrições são gratuitas e seguem abertas até 29 de novembro, devendo ser feitas através do e-mail k4fseminario@hotmail.com, enviando formulário de inscrição preenchido (documento disponível para download em http://ow.ly/fwxTa). São disponibilizadas 30 vagas e os candidatos passarão por um processo seletivo para a ocupação das mesmas, considerando suas experiências artísticas.
Já no eixo de "Workshops e Palestras", acontecem diversas ações. O workshop "BGirls Our Turn", voltado somente para BGirls, acontece em 8 de dezembro, das 9 às 11 horas, na Escola de Dança da FUNCEB; na mesma data, o Café-Teatro Sitorne recebe os workshops "Treinamento para Dançarinos", das 14 às 15 horas, e "Introdução à Cultura Hip-Hop" e "Hip-Hop Lifestyle", das 15h30 às 17h30, além da palestra "Interpretações Comportamentais no Breaking – Battle – Júri e competidores(as)", das 18 às 20 horas. Por fim, no dia 9 de dezembro, também no Café-Teatro Sitorne, haverá a apresentação do livro "Dança de Rua e Suas Faces", das 9 às 10 horas, e o workshop "Cultura Hip-Hop e o Consumismo", das 10 às 12 horas. Para este eixo de trabalho, não há necessidade de inscrição prévia, bastando comparecer aos locais nos horários estabelecidos (sujeitos à lotação das salas).
Quando: de 5 a 9 de dezembro
Onde: Escola de Dança da FUNCEB (Rua da Oração, nº 1 – Terreiro de Jesus – Pelourinho)
Café Teatro Sitorne (Rua Deputado Cunha Bueno, nº 55 – Rio Vermelho)
Quanto: Gratuito
Fonte: Secult/BA

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Dica Cultural: Exposição "Simplesmente Lan" na Caixa Cultural Salvador

Caricatura do artista Lan retrata o samba
A Caixa Cultural Salvador inaugurou no último dia 20 a exposição “Simplesmente Lan”, que apresenta 40 reproduções do trabalho do cartunista Lanfranco Aldo Ricardo Vaselli Corteline Rossi, mais conhecido como Lan. Nesta edição, Lan homenageia os baianos, adicionando a exposição original quadros das baianas e caricaturas de Dorival Caymmi, Gal Costa ,Gilberto Gil e Maria Betânia. A curadoria é de Neko Pedrosa. O acesso é livre e gratuito para todos os públicos e a exposição fica em cartaz até 13 de janeiro de 2013.

Lan chegou ao Rio na década de 50 e não conseguiu mais ir embora, sendo considerado o "mais carioca dos italianos". Aos 80 anos, foi condecorado pelo governo da Itália com o título de “Cavaglieri” e nomeado pelo presidente Carlo Ciampi como “o rei da caricatura”. Lan chama a atenção por onde seu trabalho passa. Seus traços escorregam saborosamente no papel as ideias marotas - e é por isso que suas mulatas são as mais sinuosas e ainda assim as mais respeitadas e bem tratadas.

Rio de Janeiro, Salvador e Brasília - A exposição "Simplesmente Lan" foi aprovada pelo Edital de ocupação de pauta da CAIXA Cultural para o ano de 2012. Contou com temporada em solos cariocas, e após a pauta de Salvador acontece na Caixa Cultural de Brasília, recentemente inauguradas.

Quando: até 13 de janeiro de 2013, de terça a domingo, das 9h às 18h
Onde: Caixa Cultural Salvador (Rua Carlos Gomes, Centro)
Quanto: Gratuito

Lançamento da coleção "Bahia de Todos os Cantos" na Biblioteca terá Grupos da Cultura Popular

Clique para ampliar
Mostras da diversidade cultural do território baiano poderão ser conferidas no dia 30 de novembro, às 18h, no Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris). É o lançamento da 2º Temporada do "Projeto Bahia de Todos os Cantos" que reunirá expressões artísticas de diferentes territórios de identidade do estado, como as Paparutas da Ilha do Pati, em São Francisco do Conde, grupos de Reisados e comunidades remanescentes de quilombo das Rãs, Xaxado com índios Pankararés, além do canto sertanejo de Wilson Aragão.

A série de vídeos "Bahia de Todos os Cantos" é uma parceria da Secretaria de Planejamento e Secretaria de Cultura, através da Fundação Pedro Calmon, realizada pela Lima Comunicação e exibida na TVE e TV Brasil. O início das transmissões no canal 2 será no domingo, dia 02 de dezembro, às 15h30. 

O "Bahia de Todos os Cantos" expõe as peculiaridades de cada território da Bahia, construindo um verdadeiro inventário da cultura popular, resultado das viagens e, principalmente, das histórias contadas pelos habitantes dessas localidades. Além disso, o programa identifica os potenciais de cada território com o olhar de seus moradores, além de identificar as potencialidades, desenvolvimento e os traços culturais de cada região.

Quando: dia 30 (sexta-feira), às 18h
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Projeto "Tecendo Caminhos Para a Leitura" recebe prêmio Boas Práticas

Bibliotecária exibe troféu e certificado da premiação
O projeto “Tecendo Caminhos Para a Leitura”, desenvolvido por Rita Telles, responsável pelo Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, foi premiado com a 6ª colocação no “Prêmio de Boas Práticas”, promovido pela Secretaria de Administração do Estado. A premiação, instituída por lei estadual em 2007, tem como objetivo reconhecer boas práticas realizada por servidores públicos. A cerimônia de anuncio dos vencedores foi realizada na última terça-feira, dia 20, na Fundação Luís Eduardo Magalhães – CAB.

O “Tecendo Caminhos Para a Leitura” consiste em receber estudantes de escolas públicas ou do público em geral compondo um grupo de 30 pessoas que participam de cinco encontros sobre a leitura. Idosos e portadores de necessidades especiais também são bem vindos ao projeto, que acontece geralmente duas vezes por ano na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. Já foram produzidos 50 livros com textos elaborados pelo público do projeto.

Rita Telles atua à frente do Setor Infantil da Biblioteca Pública dos Barris há sete anos e sentiu-se bastante honrada com a indicação: “Estou muito feliz e agradeço a todos que contribuíram para a indicação deste prêmio. Os resultados mostram mudanças nos serviços prestados pela biblioteca, admitindo uma postura conscientizadora da importância da leitura”, diz.

O projeto foi também contemplado no Programa BNB de Cultura em 2010, promovido pelo Governo Federal, além de ter sido selecionado para a IV Semana de Qualidade de Vida/Planserv/2011 como uma ação considerada relevante para o alcance da qualidade de vida e bem estar social.

Biblioteca promove oficina de Natal para crianças

Clique para ampliar
O Natal está chegando, que tal aprender a confeccionar um oratório com material reciclável? No próximo dia 30 (sexta-feira), às 14h, será realizada na Biblioteca a oficina "Natal Angelical", ministrada por Susan Lopes e Denise Fernandes. A participação é gratuita.

A oficina, que acontecerá no Setor Infantil (térreo),  oferece 15 vagas para crianças a partir dos 10 anos. Os interessados devem se inscrever pessoalmente no Setor Infantil ou através do telefone (71) 3117-6093.

Quando: dia 30/11, às 14h
Onde: Setor Infantil (térreo)
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dica Cultural: "Fórum do Pensamento Crítico" discute relação entre cidades e culturas digitais

Clique para ampliar
Em sua oitava edição, o "Fórum do Pensamento Crítico" irá discutir a relação que se estabelece entre o espaço urbano, suas relações humanas e as culturas digitais. O tema dará continuidade ao processo de conhecimentos que compõem a dinâmica das cidades, principal objetivo do programa, que já discutiu a relação da mesma com as festas, o audiovisual, os museus e as memórias, o patrimônio, a gestão cultural e a economia criativa.

“As cidades são fortemente marcadas pelo processo de informatização do conhecimento e de informações basilares à própria dinâmica de desenvolvimento do espaço urbano”, afirma Diogo Carvalho, assessor de Cultura Digital e Juventude da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA), ao justificar a escolha do tema. O evento acontece nesta quinta-feira, 29 de novembro, no Conselho de Cultura, Palácio da Aclamação. A entrada é gratuita.

Mediado por Carvalho, o debate contará com a presença do professor doutor Messias Bandeira, atuante nas áreas de tecnologia da informação e comunicação, cultura digital e desenvolvimento. Estarão presentes também o professor doutor, líder do Laboratório de Estudos em Mídia e Espaço (LEME/UNEB), Marcelo Medeiros e a pós-doutora em Cibercultura pela Universidade federal da Bahia (UFBA), Karla Brunnet.

O "Fórum do Pensamento Crítico" é realizado pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult-BA) em parceria com a Secretaria de Planejamento (Seplan-BA) e tem como objetivo debater questões referentes à Cultura e Cidades. O evento ocorre mensalmente e está previsto até dezembro de 2012.

Quando: dia 29/11, às 18h30
Onde: Palácio da Aclamação (Campo Grande)
Quanto: Gratuito
Fonte: Secult/BA

Dica de Leitura: edição virtual do livro "Panorama do Cinema Baiano", de André Setaro

Clique para ampliar
A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), através de sua Diretoria de Audiovisual (DIMAS), faz o lançamento virtual da segunda edição do "Panorama do Cinema Baiano", de André Setaro, um dos principais críticos de cinema da Bahia. Originalmente publicado pela FUNCEB em 1976, o livro é reeditado em versão revista e ampliada, e pode ser acessado gratuitamente neste link. A obra também será publicada em versão impressa dentro da "Série Crítica das Artes", coleção que integra o "Programa de Incentivo à Crítica de Artes" e que objetiva promover a difusão de conteúdo sobre o tema, inclusive no resgate de produções de profissionais notórios no campo.

Contribuindo para a preservação da memória cinematográfica e audiovisual do estado, o "Panorama do Cinema Baiano" demonstra-se útil à demanda de estudantes, pesquisadores, historiadores, cineclubistas e outros públicos interessados em conhecer mais a respeito da história do cinema feito na Bahia. O livro traça uma linha histórica sobre o desenvolvimento deste setor, enfocando aspectos ligados à produção, exibição e crítica. Professor, crítico de cinema e pesquisador de notória especialização na área do audiovisual, André Setaro fez uma revisão das informações referentes ao período 1910-1976 e inseriu novos textos, sobretudo críticas de cinema, que relatam a produção audiovisual da Bahia no período que vai de 1976 aos tempos atuais.

Programa de Incentivo à Crítica de Artes – Lançado pela FUNCEB/SecultBA em 2011, o "Programa de Incentivo à Crítica de Artes" se volta a esta produção artístico-intelectual, cuja tradição, atividade, empregabilidade e reconhecimento são ainda insuficientemente representativos na Bahia. Inserida na política de democratização do acesso à cultura e estímulo à formação artística dos criadores, técnicos, produtores e pesquisadores da área, a iniciativa objetiva promover a qualificação da crítica baiana e, com isso, contribuir para o desenvolvimento das artes produzidas no estado. Para tanto, foca na consolidação de um ambiente social propício ao acolhimento devido do setor cultural, investindo em ações estruturantes que envolvem formação, produção, criação e difusão do exercício da análise crítica nas áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música e Teatro.

Lançamento virtual de "Panorama do Cinema Baiano", de André Setaro
Clique aqui para acessar.
Quanto: Gratuito
Realização: DIMAS/ FUNCEB/ SecultBA
Apoio Institucional: Cinemateca Brasileira

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Dia Nacional da Consciência Negra é comemorado com teatro na Biblioteca

Clique para ampliar
Hoje, 20 de novembro, é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra. Estabelecida pelo projeto de lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003, a data é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade conscientização e à conscientização sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. O dia 20 de novembro foi escolhido em homenagem ao líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, que morreu na mesma data, em 1695.

Homenageando o Dia Nacional da Consciência Negra, a Biblioteca promove, durante todo o mês, ações culturais e exposições temáticas, que celebram a importância e as conquistas do povo negro. Ainda hoje, serão apresentados na Instituição os espetáculos teatrais “O Negrinho Escravo e Outros Contos Crioulos”, no Setor Infantil, e “Nação Zumbi e Outros Contos Negreiros”, no Quadrilátero.

As montagens são resultado da oficina de teatro e contação de histórias “Negritude em Cena”, realizadas no mês de outubro na Biblioteca, conduzidas pelo ator e arte-educador Raimundo Moura. As apresentações acontecem simultaneamente, às 16h, e tem entrada gratuita.

Exposições

A Subgerência de Informação e Atendimento ao Público (SIAP) realiza mostra do acervo de livros sobre o negro brasileiro até o dia 30/11, no Setor de Pesquisa e Referência (térreo). A Subgerência de Periódicos faz, até o dia 30/11, uma mostra da sua coleção de periódicos raros na Sala de Exposições do 1º andar, focando fatos quem enriquecem a memória do povo negro, que construiu sua consciência através de lutas de resistência. O Setor de Documentação Baiana (3º andar) realiza exposição abordando a importância histórica e cultural dos Terreiros de Salvador através de materiais bibliográficos, até o dia 10/12. Já o projeto “Música no Áudio” faz uma homenagem aos negros que fizeram e fazem história na música baiana, no Setor de Recursos Audiovisuais (3º andar). Na mostra, o público pode conferir discos compactos e discos de vinil, além de VHSs, CDs e DVDs de grupos musicais e cantores baianos.

Confira a programação completa do Novembro Negro na Biblioteca clicando aqui.

O quê: espetáculos teatrais “O Negrinho Escravo e Outros Contos Crioulos” e “Nação Zumbi e Outros Contos Negreiros”
Quando: dia 20/11 (terça-feira), às 16h
Onde: Setor Infantil e Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: Lançamento da cartilha “Zumbi – de Palmares ao Pelô”

Zumbi - de Palmares ao Pelô

Como parte do "Festiquilombo Olodum 2012", a Escola Olodum lança no dia 23 de novembro, às 17 horas, na Casa do Olodum -  Pelourinho, a cartilha “Zumbi – de Palmares ao Pelô”. Desde 1984, a Escola Olodum trabalha com educação interétnica, participando do processo de efetivação da Lei Federal nº 10.639/03, que prevê a inclusão da temática afrobrasileira nos currículos das redes de ensino.

De forma lúdica, nos traços do cartunista Mauricio Pestana e patrocinada pela Petrobras, a Escola Olodum retrata história do grande guerreiro  Zumbi, em Palmares – Alagoas (à época Pernambuco) com toda sua destreza,  astúcia  e estratégia militar na luta contra a opressão dos colonizadores. Apresenta, ainda, o seu legado de busca pela liberdade, que nos inspira, nos dias de hoje, a lutar por respeito, por eqüidade, por condições de vida digna para todas e todos e pelo resgate da cultura ancestral africana. 

A cartilha “Zumbi - de Palmares ao Pelô” vem acompanhada de um CD, com as músicas “Zumbi Rei”, do saudoso Germano Meneghel; e “Zumbi - Olodum Griot”, de Rafael Manga, vencedora do Festival de Artes e Música do Olodum Mirim – FEMADUMzinho 2012. Ambas são tocadas pelos jovens aprendizes da Escola Olodum, no nosso ritmo tradicional, ou seja, o samba-reggae.  

A cartilha, junto com o CD, é mais um recurso didático que a Escola Olodum propicia para contribuir com a implementação da Lei N.º11.769/08, que estabelece a obrigatoriedade  do ensino de música nas escola de educação básica e da Lei N.º 10.639/03, que prevê a inclusão da temática afro-brasileira nos currículos das redes de ensino e que pode ser trabalhada em sala de aula, promovendo o resgate da história dos verdadeiros heróis que lutaram pela paz, pela igualdade e pelo exercício pleno da cidadania na sociedade brasileira. A cartilha é gratuita e só será distribuída neste dia.

Quando: dia 23/11 (sexta-feira), às 17h
Onde: Casa do Olodum (Pelourinho)
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Dica Cultural: Workshop sobre rádio e leitura no Goethe-Institut/ICBA

Clique para ampliar
O Goethe-Institut/ICBA, junto ao Instituto de Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia (ICI-UFBA), ao Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal da Bahia (SIBI-UFBA), a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB), a Fundação Pedro Calmon (FPC), ao Cria e a Cipó realizam, nos dias 29 e 30 de novembro, o workshop “O rádio como meio de promoção da capacidade de leitura para crianças e adolescentes no Brasil”. Esse workshop é destinado à pessoas diretamente ligadas ao rádio e/ou ao incentivo à leitura e acontecerá na biblioteca do Goethe-Institut/ICBA, das 09h às 18h.

As inscrições para o workshop podem ser feitas através do email bibl@salvadorbahia.goethe.org. Serão oferecidas 20 vagas e a participação é gratuita.

Quando: dias 29 e 30/11, das 09h às 18h
Onde: Biblioteca do Goethe-Institut/ICBA (Corredor da Vitória)
Quanto: Gratuito

Biblioteca recebe "Ciclo de Cinema e Contemporaneidade"

Filme "Solaris"
O "Ciclo de Cinema e Contemporaneidade" apresentará, na próxima quinta-feira (22), o filme "Solaris", dirigido por Andrei Tarkovsky. O evento acontecerá na Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar), às 17h, com entrada gratuita.

O "Ciclo" deste mês terá a participação da professora adjunta da Universidade Federal da Bahia Carlota Ibertis, doutora em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas com a tese "As tramas de Mnemosine: a memória nos primórdios da teoria freudiana". Ibertis aproveitará a ambiência temática do filme para realizar a palestra "Imagens e memórias: impressões sobre Solaris de Tarkovsky".

O evento, realizado pelo grupo PET-Filosofia em parceria com a Biblioteca Pública do Estado da Bahia, é um agradável encontro que agrega o entretenimento do cinema com reflexões filosóficas. O "Ciclo de Cinema e Contemporaneidade" propõe estabelecer um diálogo e uma relação não só interna à Filosofia, mas entre as diversas nuances do pensamento filosófico, abragendo diferentes áreas do conhecimento, através de sessões em que são exibidos filmes clássicos e contemporâneos e discutidas também questões políticas, sociais, éticas, culturais, entre outras, explorando a diversidade de abordagens teóricas.

Quando: dia 22/11 (quinta-feira), às 17h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Fique atento ao funcionamento da Biblioteca nesse feriadão


Projeto "Tecendo Caminhos para a Leitura" é selecionado para apresentação no XII EREBD

O projeto Tecendo Caminhos para a Leitura, executado pelo Setor Infanto-Juvenil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB), foi selecionado para participar do 13º Encontro de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência e Gestão da Informação das regiões Sudeste e Cento-Oeste (EREBD Se/Co), a ser realizado em Niterói/RJ, entre os dias 15 e 18 deste mês.

Para representar a Biblioteca no Rio, a colaboradora Rita Telles, bibliotecária responsável pelo Setor Infanto-Juvenil, vai apresentar o trabalho “A Biblioteca Pública do Estado da Bahia e a formação de leitores-autores-editores: uma experiência do Projeto Tecendo Caminhos para a Leitura.”

O evento visa promover o diálogo entre estudantes, acadêmicos e profissionais da área, focalizando-se no tema “Visibilidade do profissional da informação frente às tecnologias: informática, educação, cultura e memória”.

O encontro deve reunir cerca de 500 participantes e contará com acadêmicos e discentes de todo o país. Estão previstos para o encontro palestras, atividades culturais, minicursos, apresentação de trabalhos, visitas técnicas e turísticas. 

Exposição "A Paz" entra em cartaz na Biblioteca

Clique para ampliar
Na próxima sexta-feira, dia 16, estreia na Sala de Exposições do 2º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia a mostra intitulada A Paz. A exposição apresenta telas em acrílico que retratam imagens de anjos, de variados locais desde Salvador a de algumas cidades europeias. O trabalho é da artista plástica Elys Rosa. Os visitantes podem conferir o trabalho da artista das 8h30 às 18h. A mostra encerra-se no dia 03 de dezembro.

Quando: De 16/11 a 03/12, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h
Onde: Sala de Exposições do 2º andar (Subgerência de Obras Raras e Valiosas - SORV)
Quanto: Gratuito

"Leituras Públicas" apresenta obra do poeta Cacaso na Biblioteca

"Leituras Públicas – Cacaso, poesia e música" apresenta poetas baianos recitando Cacaso e show da cantora Rosa Emília. O evento acontecerá no próximo dia 23, às 19h, no Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado (Barris), em homenagem ao poeta e compositor mineiro.

Cacaso estudou Direito, mas formou-se em Filosofia. Foi professor de Teoria Literária e Literatura Brasileira na PUC-RJ e na UFRJ. Antes disso, ele já se destacava como autor alternativo, alinhando-se ao movimento de poesia marginal, que fervilhava no Rio de Janeiro, nos anos 1970, e que revelou nomes como Charles Peixoto e Chacal, entre outros, numa prova de resistência cultural aos anos de chumbo da ditadura militar.

O poeta também foi um dos mais notáveis letristas da Música Popular Brasileira, tendo escrito composições como Lero-lero, Face a Face, Dentro de mim mora um anjo, dentre outras. Entre seus parceiros musicais, Toquinho, Tom Jobim, Jards Macalé, Edu Lobo, Francis Hime, Sivuca, João Donato, Danilo Caymmi e João Bosco.

Em seu show, Rosa Emília, última companheira de Cacaso, falecido em 1987, contará com a participação do mineiro Sérgio Santos no violão. Ela interpretará algumas composições do poeta, em parceria com renomados compositores da MPB, e também dos seus cinco discos.  Rosa mora na Itália desde 1989, onde já trabalhou com artistas como Fabrizio de André, Renato Sellani, Cristiano Verardo, Carlo Fava, Silvio Damico, Massimo Morricone, entre outros. No momento, lança seu mais novo CD "Álbum de Retratos – Cacaso, Parceiros e Canções". O disco conta com as participações especiais de Joyce, Sueli Costa, Nelson Ângelo, Sérgio Santos, Zé Renato, Olívia Byington, Nando Carneiro e Filó Machado, todos parceiros de Cacaso. 

As "Leituras Públicas" são uma iniciativa da Diretoria do Livro e da Leitura - DLL, da Fundação Pedro Calmon/SecultBA. O mesmo segue até o mês de março de 2013, com datas, autores e mediadores já definidos. A entrada é gratuita. O projeto acontece uma vez por mês, apresentando sempre um ou mais autores que leem trechos de suas obras.

Quando: dia 23/11 (sexta-feira), às 19h
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: “I Seminário Internacional Ouvir o Documentário: música, vozes e ruídos” em Salvador e Cachoeira

Clique para ampliar
Contribuir para a reflexão sobre a estética, aspectos comunicacionais e questões técnicas relativas aos elementos sonoros em documentários, esse é o objetivo do “I Seminário Internacional Ouvir o Documentário: música, vozes e ruídos”, que acontece de 21 a 24 de novembro, em Salvador e Cachoeira (BA). Agregando apresentações musicais, exibição de filmes, oficinas, palestras e lançamento de livros, o “Ouvir o Documentário” tem como foco a sonoridade e a musicalidade em documentários.

Na abertura do evento, acontecerá exibição do documentário “Nanook do Norte”, do diretor Robert Flaherty, acompanhada por música ao vivo - e composta originalmente para o filme – com conjunto de cordas, madeiras e percussão. No dia 23, em Cachoeira, acontecerá apresentação do “Cinema Cantado”, com execução ao vivo de músicas que marcam o cinema nacional, além de mostra de trechos de filmes. Nos dias 24/11 e 15/12, ainda em Cachoeira, acontecem oficinas de “Captura de som” direto para documentários, ministradas por Napoleão Rego Cunha.

As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 16 através do endereço www.ouvirodocumentario.wordpress.com. As vagas para a oficina são limitadas.

Quando: 21 a 24 de novembro de 2012
Onde: Salvador e Cachoeira (Bahia)
Quanto: Gratuito
Inscrições e Mais Informações: www.ouvirodocumentario.wordpress.com

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Filmes para o Vestibular apresenta: Deus e o Diabo na Terra do Sol

Cena do filme
Nesta quarta-feira (14), o projeto Filmes para o Vestibular exibe o filme "Deus e o Diabo na Terra do Sol", do cineasta baiano Glauber Rocha. O projeto acontece todas as quartas-feiras, com sessões às 10h e 15h, e é uma iniciativa da Biblioteca para quem quer se dar bem nos vestibulares das universidades públicas e para quem não dispensa um bom filme. A exibição acontece na Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar) e tem entrada gratuita.

Sinopse
Manuel (Geraldo Del Rey) é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes (Mílton Roda) e acaba matando-o numa briga. Ele passa a ser perseguido por jagunços, o que faz com que fuja com sua esposa Rosa (Yoná Magalhães). O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião (Lídio Silva), que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Porém, ao presenciar a morte de uma criança, Rosa mata o beato. Simultaneamente Antônio das Mortes (Maurício do Valle), um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato.

Trailler


Quando: dia 14/11 (quarta-feira), às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)
Quanto: Gratuito
Apoio: Locadora Vídeo & Cia – Site: www.locadoravideoecia.com.br

Dica Cultural: Museus do Pelourinho comemoram mês da Consciência Negra

Obra “Máscara Nimba”, que integra da Exposição de Arte Africana/Foto: Ariadne Ferraz
Em novembro, a Galeria Solar Ferrão, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica e o Museu Tempostal, instituições vinculadas a Diretoria de Museus do IPAC e localizadas no Pelourinho, promovem uma programação especial em comemoração ao mês da Consciência Negra.

O Setor Educativo do Solar Ferrão realiza o projeto Contação de Histórias – Contos e Lendas Africanas durante todas as quintas-feiras deste mês, sempre às 10h e às 15h. O projeto, com entrada franca, consiste na leitura de histórias sobre a cultura, mitos e moradores do continente e tem a coordenação do arte-educador Ubirajara Santos. A atividade tem como objetivo proporcionar um momento de aprendizado lúdico para as crianças, com a promoção de um desenvolvimento cultural que leve em consideração noções de tradição e vivência de outros povos.

Outro evento sediado pelo Ferrão é a Exposição de Arte Africana – Coleção Cláudio Masella, que apresenta a riqueza estética e a diversidade da produção cultural africana do século XX, expressada em objetos, sobretudo máscaras, estatuetas e utensílios de uso cotidiano ou ritualístico. Doadas ao Governo do Estado da Bahia, em 2004, pelo industrial italiano Claudio Masella, as obras representam vários estilos étnicos das sociedades africanas.

Já os museus Udo Knoff e Tempostal promovem em parceria o projeto Tarde Consciente, no dia 23 de novembro, no Largo Tereza Batista, às 15h. A atividade, também gratuita, contará com apresentações musicais e de dança, além da palestra “O Jovem Negro no Cenário da Sociedade Atual”, ministrada pela educadora e mestra em estudos étnicos africanos pela Universidade Federal da Bahia, Sueli Conceição.

Fonte: DIMUS BA

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Biblioteca disponibiliza cortesias para concerto da OSBA

Foto: Divulgação
Em parceria com a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), a Biblioteca disponibiliza aos seus frequentadores ingressos para os concertos da OSBA no mês de novembro. As apresentações acontecem nos dias 15 (quinta-feira) e 30 (sexta-feira), sempre às 20h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves.

Sob a regência do maestro Felipe Prazeres, a OSBA aproxima o público de compositores clássicos como Heitor Villa-Lobos e Ludwig Van Beethoven. A entrada para o concerto custa R$20, mas a Biblioteca dispõe de cortesias, que dão direito a dois convites. Os interessados podem solicitar os ingressos pelo telefone (71) 3117-6041 ou pelo e-mail bpebbibliotecaviva@gmail.com, mas é necessário retirá-los na sede da Biblioteca, situada na rua General Labatut, n°27, Barris. Veja o programa:

15/11 (quinta-feira) – Com participação da solista Rosana Lamosa, o programa vai destacar peças consagradas do maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos (1887-1959), Bachianas nº2 (O Trenzinho do Caipira) e Bachianas nº5 Canção do Amor e Melodia Sentimental (Extraído da Floresta do Amazonas). Finalizando a noite, a OSBA apresentará a Sinfonia nº5 em dó maior op. 67 em dó menor, do compositor alemão Ludwig Van Beethoven (1770-1827).

30/11 (sexta-feira) – Um dos maestros brasileiros mais prestigiados e conhecidos do grande público, Isaac Karabtchevsky volta a reger a Orquestra Sinfônica da Bahia, nesse décimo concerto pela Série Jorge Amado. No programa da noite,  Movimentos Sinfônicos, do compositor e regente pernambucano  Marlos Nobre (1939) e a Sinfonia nº 1 em ré maior Titã, do compositor austríaco Gustav Mahler (1860-1911).

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quando: dias 15 e 30/11, às 20h
Quanto: R$20, mas a Biblioteca dispõe de cortesias

Dica Cultural: Exposição "Ocupação" na Galeria do Conselho


Obra de Tina Melo/Divulgação
Abordando temáticas relacionadas à cidade e suas problemáticas, a partir de inquietações particulares e comuns, as artistas Roberta Nascimento, Talitha Andrade e Tina Melo apresentam a exposição Ocupação. Selecionada no programa de cessão de pautas gratuitas para o ano de 2012 em galerias da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), a mostra fica em cartaz até 7 de dezembro na Galeria do Conselho (Campo Grande, Salvador/BA), de segunda a sexta, das 9h às 17h, com visitação gratuita.

Arte e política se aliam em instalações, performances, colagens e pinturas, num chamamento à reflexão sobre mazelas das metrópoles: o racismo, a mídia em suas manifestações de massa, o consumo exacerbado, a solidão. A referência às questões do negro na contemporaneidade foi o fator que incluiu a exposição na agenda do Novembro Negro, ação promovida pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia (SEPROMI) e Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro).

Roberta Nascimento, através de performance, trata do posicionamento da população frente aos problemas sociais que envolvem o país; Talitha Andrade, com colagens, pinturas e instalações, aborda as dificuldades de convivência nos meios urbanos decorrentes do individualismo vivido na sociedade de consumo; já Tina Melo, em suas instalações, pinturas e performances, fala de política, corrupção e impunidade, além do racismo ainda persistente no Brasil, fazendo um paralelo com os ideais propostos por Nelson Mandela em sua carta da liberdade, escrita em 1955.

Quando: Até 07/12, de segunda a sexta, das 9h às 17h
Onde: Galeria do Conselho (Campo Grande)
Quanto: Gratuito
Fonte: SECULT BA

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Confira as oficinas de novembro do Setor Infantil

Clique para ampliar
No mês de novembro, o Setor Infantil da Biblioteca convida a turma para uma viagem inesquecível pelo universo mágico da leitura, através de oficinas que misturam literatura, arte, conhecimento e muita diversão. Até o final de novembro, ainda serão realizadas três oficinas, com temas que homenageiam o Dia da Consciência Negra. As atividades acontecem todas as quartas-feiras, sempre às 15h, com participação gratuita. Confira:

Artística
O QUE É QUE A BAIANA TEM?
Após leitura de textos sobre a indumentária da baiana de acarajé e sua importância para a nossa cultura, as crianças confeccionarão esta personagem com material reciclado.
- Setor Infantil – Térreo
Dia 14/11, às 15h

Artística
NEGRITUDE EM CENA
Oficina de atividades lúdicas que incluem a linguagem teatral e técnicas de contação de histórias como processo de resgate e valorização da narrativa oral a partir da obra “Contos Negreiros” de Marcelino Freire e “Contos Crioulos da Bahia” de Mestre Didi. Orientação do ator e arte- educador Raimundo Moura.
- Sala 6 – 3º andar
Dias 14, 21 e 23/11, das 16h às 18h
Realização: Raimundo Moura

Literária
OS NOSSOS ESCRITORES
Após pesquisa no acervo do Setor Infantil, os participantes confeccionarão uma galeria com fotos e biografia sobre os escritores da literatura infanto-juvenil afrodescendentes, além da exposição de suas obras.
– Setor Infantil - Térreo
Dia 21/11, às 15h

Artística
CALENDÁRIO CULTURAL
Visando conhecer a diversidade cultural da África e sua influência na cultura brasileira, após leitura de livros sobre o tema, os participantes produzirão cadernos de receitas da culinária africana com material reciclável.
– Setor Infantil - Térreo
Dia 28/11, às 15h

Dica Cultural: 2º Ciclo de História da Arte no MAM-BA

Clique para ampliar

Desde o dia 6 de novembro, o público baiano está tendo a oportunidade de participar gratuitamente do "2º Ciclo de História da Arte", realizado pelo Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) em colaboração com a Escola de Belas Artes da UFBA. Com a proposta de discutir a arte em suas várias vertentes e ampliar a produção e o pensamento contemporâneos, o evento acontece até 11 de dezembro, no Cinema do MAM, sempre às terças-feiras, das 15h às 17h. 

O curso é ministrado por professoras da Escola de Belas Artes e é aberto a todos os interessados. Durante seis aulas, divididas em três módulos, os participantes discutem temas relacionados à arte moderna, contemporânea e latino-americana. “Desde os anos 1960, vários artistas discutem e produzem uma arte que extrapola os limites tradicionais da galeria e buscam experimentar novas fronteiras. A abrangência física das obras, as relações de escala com a paisagem, o alcance e as condições do olhar nessas propostas atualmente vão muito além do conceito de campo expandido”, analisa a arquiteta e doutora em Urbanismo Alejandra Muñoz, que vai iniciar o curso com o tema Topologia, escala e visão na arte contemporânea.

Além de Alejandra, as professoras Rosa Gabriella Gonçalves, doutora em Filosofia, e Mariela Hernández, doutora em Artes Visuais, ministram os dois outros módulos do Ciclo. Confira na programação os dias e os temas de cada módulo. Para se inscrever, basta preencher a ficha disponível no blog do MAM-BA (http://bahiamam.org/?p=5982) e enviar para o e-mail educativomam@gmail.com. As inscrições também podem ser feitas pelos telefones 3117-6141/6143 e presencialmente, no mesmo dia da aula.

Quando: terças-feiras, até 11 de dezembro, das 15h às 17h
Onde: Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno)
Quanto: Gratuito
Fonte: MAM-BA

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

"Cine Brasil: Centenário de Jorge Amado" na Biblioteca

Clique ampliar
Amanhã (09), a Biblioteca dá início ao "Cine Brasil: Centenário de Jorge Amado". A mostra realizada pela Subgerência de Recursos Audiovisuais faz uma homenagem ao Dia do Cinema Brasileiro (05/11) exibindo filmes inspirados na obra de Jorge Amado . O Cine é gratuito e acontece todas as sextas-feiras do mês de novembro, às 10h e 15h, na Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar).

Confira a programação: 

Dia 09 – Dona Flor e Seus Dois Maridos de Bruno Barreto
Dia 16 – Capitães da Areia de Cecília Amado
Dia 23 – Tieta do Agreste de Cacá Diegues
Dia 30 – Quincas Berro D’Água de Sérgio Machado

Quando: todas as sexta-feiras do mês de novembro, às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)
Quanto: Gratuito
Apoio: Locadora Vídeo & Cia – Site: www.locadoravideoecia.com.br

Escritora Raimunda Santana lança livro na Biblioteca

Imagem: Capa do livro
Nesta sexta-feira (09), a Biblioteca recebe o lançamento do livro "Oração e Mudança de Sorte", da escritora baiana Raimunda Santana. O evento, que tem entrada gratuita, acontece no Quadrilátero (térreo), a partir das 17h30.

No livro, a autora parte de pressupostos científicos e chega a relatos de experiências realizadas por ela mesma sobre o poder da oração, em situações e risco, suprimento, de cura e libertação de bênçãos especiais vividas. "Oração e Mudança de Sorte" apresenta uma profunda experiência na prática da oração, junto a situações corriqueiras da vida. O livro é o resultado da incansável busca da autora por uma sinalização de paz e realização no profundo do ser na Terra.

A autora - Raimunda Santana é baiana e vive em Salvador desde os dois anos de idade. Teve uma formação profissional voltada para as questões sociais, tornando-se assistente social em 1978. Mais tarde, especializou-se em Educação em Saúde Pública, pela Universidade de Ribeirão Preto - SP. Enquanto pesquisadora, desenvolveu trabalhos na área da Fitoterapia, buscando identificar terapias alternativas para o controle de doenças.

Quando: dia 09/11 (sexta-feira), a partir das 17h30
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito

Projeto "Leituras Públicas" convida escritoras Lita Passos e Rita Santana

Promovido mensalmente pela Diretoria do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, na Biblioteca Pública do Estado, Barris, o projeto "Leituras Públicas" terá duas edições especiais no mês de novembro. A primeira será realizada no dia 08, às 17h, e contará com a mediação do poeta José Carlos Limeira que receberá as poetisas Lita Passos e Rita Santana para debater sobre a literatura afro-brasileira. Lita Passos publica poemas em jornais e revistas literárias há mais de 10 anos. "Flores de Fogo" e "Mão Cheia" são suas principais publicações. Graduada em Letras, Rita Santana tem como suas principais autorias os livros "Tramela" e "Tratado das Veias".

O Projeto - Os encontros do projeto "Leituras Públicas" acontecerão uma vez por mês, até março de 2013, trazendo sempre um escritor diferente para falar sobre sua obra. Com esta ação, a Diretoria do Livro e da Leitura (DLL) da Fundação Pedro Calmon/SecultBA pretende fomentar a cultura da leitura de livros na Biblioteca e o reconhecimento da importância do livro na vida do cidadão, que tem a oportunidade de ouvir os autores lendo suas obras e conversar com eles.

Quando: dia 08/11 (quinta-feira), às 17h
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito

Exposição de periódicos homenageia Dia da Consciência Negra

Clique para ampliar
Como parte das comemorações do Novembro Negro, a Subgerência de Periódicos da Biblioteca apresenta, durante todo o mês, a exposição "Dia da Consciência Negra: ser livre, viver livre, morrer livre". Com visitação gratuita, a mostra está disponível para o público na Sala de Exposições do 1º andar, de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 21h, aos sábados, das 08h30 às 12h, e aos domingos, das 10h às 16h.

A exposição reúne parte do acervo de periódicos da Biblioteca, focando os fatos que enriquecem a memória de um povo que construiu a sua consciência através de lutas de resistência. O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, em 20 de novembro e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida em alusão ao dia da morte, em 1695, de Zumbi dos Palmares, ícone negro na luta contra a escravidão.

Quando: até 30/11, de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 21h, aos sábados, das 08h30 às 12h, e aos domingos, das 10h às 16h
Onde: Sala de Exposições (1º andar)
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: MAM-BA recebe crítico camaronês Simon Njami no mês da Consciência Negra

Simon Njami/Foto: David Damoison
Em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra (20/11), o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) recebe no dia 10 de novembro, às 11h, o crítico de arte camaronês Simon Njami, com a palestra Visões da África Contemporânea. O evento integra a programação do "I Encontro das Culturas Negras" (que acontece de 8 a 12 de novembro), do Projeto Novembro Negro, idealizado pelo Governo do Estado da Bahia, através das secretarias da Cultura (SecultBA) e de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

Durante a palestra, Njami deve analisar a arte contemporânea africana no momento atual, abordando questões sobre o status do artista africano, o mercado da arte, o impacto de iniciativas culturais que fomentam essa produção, de forma a desmistificar a visão primitivista que povoa o imaginário ocidental com máscaras, tribos e rituais. O I Encontro das Culturas Negras marca o início da “Década Afro Descendente” em Salvador – período estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) após um ano de debates em torno do racismo e da situação social, econômica e política da população negra mundial na contemporaneidade.

A programação do encontro contempla mesas redondas e plenárias com artistas, pesquisadores, intelectuais, militantes, produtores e agentes culturais, reunidos para discutir diversos temas sobre culturas negras, além de oficinas de comunicação e videodança, exposições e programações artísticas.

Simon Njami é um curador independente, crítico de arte e um dos co-fundadores da publicação  Revue Noire, sediada em Paris. Por 20 anos, de 1991 a 2001, a revista circulou com o objetivo de chamar as atenções e promover a Arte Contemporânea Africana. A publicação focava em temas relacionados a regiões da África e outras partes do mundo, como moda, gastronomia, artes performáticas e a crise da AIDS. Em seu papel como curador, Simon Njami organiza diversas exposições de arte e fotografia africanas. De 1997 a 2007, trabalhou como curador da Bienal de Fotografia Africana Rencontres de Bamako, além de ter feito a curadoria da expo África Remix: Contemporary Art of a Continent, que teve turnê internacional em 2004, bem como a co-curadoria, com Fernando Alvim, do primeiro Pavilhão Africano na 52ª Bienal de Veneza em 2007.

Quando: Dia 10/11 (sábado), às 11h
Onde: Cinema do MAM-BA (Av. Contorno)
Quanto: Gratuito
Informações: (71) 3117-6141

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Dica Cultural: Exposição "Mulher Angolana: ao encontro do desenvolvimento sustentável?"

Imagem: Divulgação
A abertura da exposição "Mulher Angolana – Ao Encontro do Desenvolvimento Sustentável?" acontece hoje (07), às 18h na Galeria Solar Ferrão, no Pelourinho. A partir do olhar de oito fotógrafos, a mostra destaca mulheres que vêm contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país africano.

A exposição, composta por 34 cubos retroiluminados, com fotos e histórias de angolanas das mais diversas classes sociais, entre elas, ministras, médicas, professoras, donas de casa e ambulantes, fica em cartaz até o dia 9 de dezembro, como atividade integrante da programação paralela do I Encontro das Culturas Negras, que acontece entre os dias 08 e 12 deste mês, em Salvador e Santo Amaro.

Quando: de 07/11 a 09/12, terça a sexta, 12h às 18h, fins de semana e feriados, 12h às 17h
Onde: Galeria Solar Ferrão (Pelourinho)
Quanto:  Entrada franca
Informações e agendamento de visitas: (71) 3116-6740

Camerata Quadro Solar se apresenta na Biblioteca

Clique para ampliar
Amanhã (08), a Biblioteca recebe a apresentação da camerata Quadro Solar, em mais uma parceria com a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). O evento acontece no Foyer, às 15h, e tem entrada gratuita.

O grupo Quadro Solar foi formado em 2001 e atualmente é composto por Andréa Bandeira (flauta), Mário Gonçalves (violino) e Cândida Lobão (violoncelo).

Quando: dia 08/11 (amanhã), às 15h
Onde: Foyer (térreo)
Quanto: Gratuito