• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Biblioteca recebe feira de livros até sexta-feira

Clique para ampliar
Começou hoje a Feira de Livros Usados do Grupo de Voluntários Copistas Ledores para Cegos (GVCLC). Em sua 8ª edição, a feira fica no Quadrilátero da Biblioteca até a próxima sexta-feira (04), oferecendo diversos títulos a baixo custo. Os interessados podem visitar a feira gratuitamente das 09h às 20h.

Quando: De 30 de setembro a 04 de outubro de 2013, das 09h às 20h
Onde: Quadrilátero da Biblioteca - térreo
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Núcleo de Produção Cultural da Biblioteca lança novo nome e logomarca

Design: Cleber Fraga
O Viva – Núcleo de Produção Cultural, atuante há seis anos na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB), é responsável pela gestão das ações culturais e programação da BPEB. O núcleo Viva, ainda administra o blog, facebook, youtube, twitter, e flirck da Biblioteca e é formado por:

Edwin Neves - Coordenador do NBV, Historiador e Diretor de Produção
Silvia Dias - Produtora Cultural
Fidelis Tavares - Jornalista
Juliana Neri - Téc. em Assuntos Culturais
Amanda Julieta - Web Writer
Ana Paula Fernandes - Téc. Administrativa
Richard Camargo - Programador Visual

Para entrar em contato com o Viva - Núcleo de Produção Cultural:
Tel.: (71) 3117-6079 / 6041
E-mail: viva.bpeb@gmail.com

Dica Cultural: II Edição do “Fala aí, Produtor!” discute o Sistema Municipal de Cultura

Clique para ampliar
Como prévia do Encontro Nacional de Produção Cultural, que acontece em Salvador, no início de outubro, o Coletivo de Produção Cultural Seis Marias realiza a II edição do Fala aí, Produtor!, com o objetivo de aquecer e estimular as discussões em torno da área da Produção Cultural, com o olhar voltado para o Sistema Municipal de Cultura. O evento está marcado para o dia 26 de setembro, às 19h, no Centro de Convenções da Fundação Visconde de Cairu.

Pensado especialmente para estudantes e profissionais do setor cultural, o “Fala aí, Produtor!” montou um time de primeira linha, com nomes importantes do cenário baiano, para debater o Sistema Municipal de Cultura. Para garantir a pluralidade de ideias, os participantes poderão interagir com os convidados fazendo perguntas e levantando questionamentos.

Entre os palestrantes, estão o renomado produtor e diretor teatral Fernando Guerreiro, o professor e gestor cultural Sandro Magalhães, a doutoranda em Cultura e Sociedade e pesquisadora em Políticas Culturais Sophia Rocha, além do produtor cultural e pesquisador em Cultura e Educação Ugo Mello, que será o responsável pela mediação do debate.

O acesso ao evento será gratuito, e os interessados não precisarão realizar inscrição prévia.

SERVIÇO
O quê: “Fala aí, Produtor!”
Onde: Centro de Convenções da Fundação Visconde de Cairu (Rua dos Barris, 50 – Barris)
Quando: Dia 26 de setembro, às 19h
Quanto: Gratuito

Dica de Leitura: Confira os novos audiolivros da Biblioteca

Livro está entre as obras disponíveis
Os portadores de deficiências visuais que frequentam a Biblioteca tem novos títulos a disposição. Doados pela Fundação Dorina Nowill para Cegos, os audiolivros Antologias Poéticas, de Carlos Drummond de Andrade, São Bernardo, de Graciliano Ramos, e A Cabana, de William P. Young, estão disponíveis para consulta no Setor Braille. Além deles, a coleção completa da série Diário de um Banana, com oito CDs, está disponível para a garotada no Setor Infantil.

Os audiolivros são obras diferenciadas, onde as histórias são contadas através da voz. Além dos livros doados, o Setor Braille, que tem cabines especiais para a audição dos livros e funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 18h, conta com um acervo variado de audiolivros, filmes, livros e revistas em braille.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Biblioteca exibe filme "Verônica" nesta quinta-feira

Cena do longa-metragem
O projeto Filme na Biblioteca promove uma sessão especial nesta quinta-feira (26), com o filme Verônica (2009), do diretor Maurício Farias. A exibição acontecerá na Sala de Projeção Luiz Orlando, às 10h e 15h, com entrada gratuita.

Sinopse
Verônica (Andréa Beltrão) é professora da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro há 20 anos. Em seu trabalho ela precisa enfrentar assaltos, tráfico de drogas, roubo de equipamento escolar e homicídios. Após todos esses anos ela está esgotada e sem paciência. Um dia, na escola onde trabalha, percebe que ninguém veio buscar Leandro (Matheus de Sá), um aluno de oito anos. Já é tarde da noite quando a professora decide levá-lo em casa. Ao chegar ao alto do morro, descobre que traficantes mataram os pais de Leandro e querem matá-lo também. Sem querer, ela se envolve numa trama de crime e corrupção.

Trailer
Clique para assistir

Quando: Dia 26 de setembro (quinta-feira), às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando - 3º andar
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Camerata "Opus Lumen" se apresenta esta segunda na Biblioteca

Foto: Amanda Julieta/NBV
Nesta segunda-feira (23), a Biblioteca Pública do Estado da Bahia recebe a apresentação da camerata "Opus Lumen", em parceria com a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). O evento acontecerá no Quadrilátero (térreo), às 15h, com entrada gratuita.

Formada por seis músicos da OSBA, a camerata "Opus Lumen" executará peças eruditas contemplando a música clássica e passando pela música popular estilizada. Com o intuito de aproximar o público comum da música erudita, o grupo de câmera promove uma integração entre os músicos e a plateia, tornando estreita a relação entre a música clássica e o repertório apresentado.

Quando: Dia 23 de setembro (segunda-feira), às 15h
Onde: Foyer da Biblioteca Pública do Estado da Bahia - Barris
Quanto: Gratuito

Poetas baianos lançam antologia na Biblioteca

Clique para ampliar

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Filósofa Marilena Chauí faz conferência em Salvador

Clique para ampliar
Respeitada pela obra acadêmica e pelo papel atuante nos meios intelectual e político, Marilena Chauí será a atração do Fórum do Pensamento Crítico no dia 11 de outubro, às 19 horas, no Teatro Castro Alves com entrada gratuita. A renomada filosofá e professora da Universidade de São Paulo vem a Salvador para fazer uma conferência cujo tema é “Cultura e Transformação da Sociedade Brasileira Hoje”.

Além de conhecer a interpretação do mundo contemporâneo na visão da palestrante, o público terá a oportunidade de conhecer algumas vertentes de sua trajetória: de secretária municipal de Cultura de São Paulo à sua produção acadêmica e literária de ampla repercussão. Um exemplo é o livro de sua autoria, “O que é ideologia” (Ed. Brasiliense), Coleção Primeiros Passos, com mais de cem mil exemplares vendidos. Já sua tese “A nervura do real” recebeu Prêmio Jabuti de melhor livro brasileiro de Humanidades (2000) e Prêmio Sérgio Buarque de Holanda da Biblioteca Nacional de melhor livro de ensaios (1999). Recebeu ainda títulos de Doutor Honoris Causa na França e Argentina.

Trajetória brilhante | Marilena Chauí é graduada em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1965), especialização em Licenciatura pela Universidade de São Paulo (1965), mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1967) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1971), onde leciona. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em História da Filosofia. Atuando principalmente nos seguintes temas: imanência, liberdade, necessidade, servidão, beatitude e paixão.

O Fórum | De agosto a dezembro deste ano, a nova edição do Fórum do Pensamento Crítico vai discutir o tema “Cultura e transformação social”. Aberto à discussão pública e democrática, o evento terá pensadores renomados do país e do exterior, promovendo um amplo espaço de reflexão sobre temas atuais com palestrantes expoentes do meio intelectual brasileiro e de outros países. O evento conta com apoio da Fundação Perseu Abramo e da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, que incorporou as conferências como atividade de extensão. O próximo palestrante será o antropólogo argentino Néstor García Canclini, no dia 25 de outubro, no Teatro ISBA, em Ondina.

Quando: Dia 11 de outubro de 2013 (sexta-feira), às 19h
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quanto: Gratuito
Texto: Tom Correia (ASCOM/FPC)

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Dica Cultural: OSBA apresenta "Cine Concerto" em Feira de Santana

Orquestra se apresenta fantasiada de personagens do cinema. | Divulgação.
Aclamado pelo público em todas as apresentações realizadas, o Cine Concerto, com a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) e sob a regência do maestro Carlos Prazeres, será apresentado pela primeira vez na cidade de Feira de Santana, nessa sexta-feira (20), na Praça da Matriz (Centro), às 19hem celebração aos 180 anos de Emancipação da cidade. No palco, o público confere uma performance inusitada dos músicos da OSBA, com direito a efeitos e figurinos especiais, além de um programa que destaca alguns dos mais consagrados e emocionantes temas do cinema mundial, reunindo trilhas de filmes como Superman, Star Wars – Guerra nas EstrelasE.T. – o  ExtraterrestreIndiana JonesTubarão, Harry Porter, Cinema Paradiso, entre outros.

O “Cine Concerto” foi apresentado pela última vez em fevereiro deste ano, no Teatro Castro Alves, pelo projeto Domingo no TCA, com sessão lotada. A boa notícia é que, além desta apresentação especial em Feira de Santana, a OSBA acaba de confirmar mais duas edições do Cine Concerto em Salvador. As apresentações acontecem nos dias 03 e 31 de outubro, ambas às 20h, na Sala Principal do TCA.

Grandes compositores – Poderosa aliada das “telonas”, a música orquestral – com seus grandes compositores, arranjadores e maestros, a exemplo do americano John Williams (1932), do inglês John Barry (1933-2011) e dos italianos Nino Rota (1911-1979) e Ennio Morricone (1928) – é imbatível no universo da produção de trilhas sonoras, proporcionando partituras ricas em beleza, emoções e criatividade, que ficam para sempre na memória do público. A OSBA, com o “Cine Concerto”, faz um feliz resgate de pérolas do cinema e oferece esse presente para públicos de todas as idades.

Fonte: SecultBa

Centro de Memória da Bahia promove oficina de cinema na Biblioteca

Cineasta conduzirá oficina na Biblioteca
A Fundação Pedro Calmon, através do Centro de Memória da Bahia promove a oficina de cinema com o roteirista e diretor Geraldo Sarno, de 30 de setembro a 04 de outubro, das 17h às 21h, na sala 06 da Biblioteca Pública do Estado da Bahia. As inscrições, oferecidas somente para profissionais e estudantes de cinema, são gratuitas e estão abertas até o dia 23 de setembro (segunda-feira). Aqueles que tiverem presença registrada em 80% das aulas, receberão certificado de participação.

Geraldo Sarno é autor de um clássico do cinema documental brasileiro, Viramundo (1965), sobre a migração nordestina para São Paulo, o primeiro de uma série de estudos sobre a cultura do Sertão. Começou a carreira no início dos anos 60 como integrante do Centro Popular de Cultura da Bahia (onde nasceu, em 1938). Realizou filmes em 16mm sobre a reforma agrária, entre eles Mutirão em Novo Sol (1963), que se perderam após o golpe militar de 1964.

Trabalhou também o tema da religiosidade popular em Iaô (1976), sobre os cultos afro-brasileiros, e Deus é um fogo (1987), sobre o catolicismo e as esquerdas latino-americanas. A partir de 1999, em complemento ao trabalho de reflexão estética iniciado com a revista Cinemais, realiza uma série de documentários intitulada A linguagem do cinema, composta de entrevistas com diretores brasileiros, entre eles Walter Salles, Júlio Bressane, Carlos Reichenbach, Ana Carolina e Ruy Guerra. Realizou também alguns longas-metragens de ficção.

Filmografia selecionada:

  • O último romance de Balzac (2010). Prêmio Especial do Júri no Festival de Gramado de 2010.
  • Tudo isso parece um sonho (2008). Prêmio de melhor direção no Festival de Brasília.
  • Deus é um fogo (1987)
  • A terra queima (1984)
  • Eu carrego um sertão dentro de mim (1980)
  • Coronel Delmiro Gouveia (1977)
  • Casa grande e senzala (1974)
  • O pica-pau amarelo (1973)
  • A cantoria (1971)
  • Jornal do Sertão (1970)
  • Padre Cícero (1970)
  • Vitalino/ Lampião (1969)
  • Viva Cariri! (1969)
  • Viramundo (1965)
Quando: De 30 de setembro a 04 de outubro, das 17h às 21h
Onde: Sala 06 da Biblioteca Pública do Estado da Bahia - Barris
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Dica Cultural: Festival da Primavera tem 24h de programação cultural no Rio Vermelho

Banda Baiana System se apresenta no Festival da Primavera
Para celebrar a chegada da primavera, o Rio Vermelho recebe, no próximo dia 21, 24 horas de programação cultural gratuita. O Festival de Primavera começa no pôr-do-sol do dia 21 e segue até o entardecer do dia seguinte. O trecho da orla do bairro que vai do Largo de Santana até o da Mariquita estará interditado durante todo o evento. Bares e restaurantes instalarão mesas nas calçadas e no meio da rua. Outros vão participar da programação ofertando um menu especial.

Num palco, no Largo de Santana, haverá shows de Márcio Mello, Cortejo Afro e Baiana System, no sábado; e de Paroano Sai Milhó e Luiz Caldas, no domingo. A programação do festival também inclui projeção de fotos, de Sérgio Guerra e Pierre Verger, na fachada da Igreja Pequena de Santana; exposição de carros antigos e oficinas: de reciclagem, bordado, toy art e escultura em frutas e legumes. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo e Cultura. As informações são da Coluna Vip, do Correio.

Fonte: Bahia Notícias

Primavera da Inclusão 2013 debate acesso de deficientes a cultura


Foto: Juliana Neri / NBV
Inclusão social e acesso ao conhecimento. Estes foram os dois temas que nortearam o debate de abertura da 5ª edição do projeto Primavera da Inclusão, realizado ontem (17/09), no Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado da Bahia.

Mediado pelo pedagogo e deficiente visual João Prazeres, o evento discutiu possibilidades de viabilizar o acesso do deficiente ao livro, leitura e pesquisa. “O tema requer um debate amplo e ações coletivas. É muito importante que nos articulemos em eventos como este, para retomar as discussões e podermos avançar no que se relaciona a melhorias para o segmento”, explica a diretora da Biblioteca Pública, Ivana Lins.

Durante o debate, as principais dificuldades dos deficientes auditivos, relacionadas ao acesso ao estudo, pesquisa e serviços, foram destacadas por Gercineide Campos, representante da Associação Educadores Sons no Silêncio (AESOS). “Realizamos um trabalho representativo ligado a literatura para ajudar na compreensão, sobretudo de deficientes que estão na faculdade. Mas, infelizmente, não temos uma fábrica de intérpretes, para poder ajudar a quantidade de surdos que nos procuram, principalmente por falta de preparo dos profissionais que prestam serviços” afirma.

A professora e psicóloga paranaense, Isaura Furtado, foi conferir o evento para aumentar sua rede de contatos na área e destacou a importância da disseminação de informações acerca das dificuldades sofridas pelos portadores de deficiência. “É de extrema importância que as pessoas em geral tenham conhecimento sobre as especificidades dos portadores de deficiência e principalmente não confundam deficiência com ineficiência.” diz.

Cristina Gonçalves, representante da ABACI, reforçou a preocupação com as necessidades especiais de cada deficiência e a luta por políticas públicas de inclusão social e cultural para seus portadores. “Temos que estar em ambientes onde sejam definidas políticas públicas. A acessibilidade só se fará plena quando tivermos acesso a tudo, e não somente a rampas e pistas táteis”, enfatiza Cristina, que é cega.

“O conhecimento liberta, mas é necessário acesso, principalmente porque a sociedade não consegue nos ver com transversalidade e plenitude”, completa Cristina Gonçalves que também é atriz do grupo “Noz Cego”, formado por deficientes visuais, usuários do Setor Braille da Biblioteca.

O evento tem como objetivo celebrar a chegada da estação das flores e o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, comemorados em 21 de setembro. Ainda ontem, a partir das 14h, o palco do Espaço Xisto Bahia recebeu a Apresentação Coletiva Especial de Artistas, com os grupos Cia Opaxorô (APAE), APADA, CEEBA e os coreógrafos Ninfa Cunha & Déo Carvalho. Após as apresentações foi aberto um bate-papo com a plateia sobre o fazer artístico dos deficientes.

A programação do projeto Primavera da Inclusão se encerrará no dia 27 de setembro, às 15h, no Setor Braille, com o Festival Tocante Primavera, que apresentará recitais de poesia, música e esquete com o Grupo de Teatro Noz Cego, além de grupos de dança.

Texto: Leonardo Barbosa (ASCOM/FPC)

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Dica Cultural: UNEB realiza fórum para discutir direitos das pessoas com deficiência

Divulgação

Em 1982, por iniciativa de movimentos sociais, foi instituído o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado anualmente em 21 de setembro.

Em comemoração a data, a UNEB vai realizar no dia 20 deste mês, a partir das 8h, no Teatro UNEB, no Campus I da Universidade, em Salvador, nova edição do Fórum de Formação Permanente em Educação Inclusiva. A iniciativa é promovida pelo Núcleo de Educação Especial (Nede), órgão suplementar vinculado à Reitoria da instituição, em parceria com o grupo de pesquisa Inclusão e Sociedade, do Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC).

Para participar, os interessados devem se inscrever (gratuitamente) por meio de formulário digital – até o dia do fórum – e doar um quilo de alimento não perecível ou uma lata de leite (400g), que deverá ser entregue na recepção da atividade. Os mantimentos arrecadado serão entregues para instituições filantrópicas. O fórum, que é aberto a comunidade externa, tem como público-alvo estudantes, docentes, gestores, pessoas com deficiência e demais interessados pela temática.

De acordo com a professora da UNEB Jaciete Barbosa, os estudos sobre a deficiência, reconhecidos internacionalmente como disability studies, representam um movimento intelectual constituído para pensar a deficiência na perspectiva dos direitos humanos, em uma dimensão social, política e, sobretudo, humana.

“O evento visa promover reflexões e debates acerca dos direitos das pessoas com deficiência na sociedade, sobretudo no que tange a educação, inclusão e acessibilidade em diferentes contextos.Pretendemos trocar conhecimentos para também tecer proposições em prol da defesa dos direitos das pessoas com deficiência no estado da Bahia”, destaca Jaciete, que coordena a iniciativa.

A programação do fórum, que tem como tema a Deficiência na Perspectiva dos Direitos Humanos, reserva mesa-redonda, exibição de documentário e apresentação cultural. Foram convidados para o evento o reitor da UNEB, Lourisvaldo Valentim, e demais representantes da administração central da universidade, o superintendente dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Sudef) da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Alexandre Barone, o representante da ONG Vida Brasil, Heron Cordeiro e o professor do curso de Direito da UNEB, Pedro Camilo de Figueirêdo.

SERVIÇO
O quê: Fórum de Formação Permanente em Educação Inclusiva.
Onde: Teatro da UNEB - Campus I, Salvador.
Quando: Dia 20 de setembro, a partir das 08h.
Quanto: Gratuito
Informações: Nede / Campus I – (71) 3117-5384 / 2331 / 2222.

Fonte: Portal UNEB - http://migre.me/g7m0C

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Dica Cultural: Circuito Tela Verde em cartaz no Curta Cinema da Câmara Municipal

Clique para ampliar
O projeto Curta Cinema, do Centro Cultural da Câmara Municipal de Salvador, exibirá no próximo dia 18 (quarta-feira), às 15h e 17h30, a 4ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente, do Circuito Tela Verde.

O Circuito Tela Verde é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente em parceria com a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e tem como  objetivo estimular a produção  audiovisual independente sobre a temática socioambiental.

Para esta edição do Curta Cinema foram selecionados alguns vídeos da 4ª Mostra que apresentam reflexões e denúncias de situações ambientais adversas, abordando aspectos da sociobiodiversidade brasileira. Fará parte também da programação uma Mostra de Curtas de Animação sobre Consumo Sustentável e Biodiversidade.

Após a exibição das 15h, será realizado um bate-papo com representantes do Movimento Socioambiental da Bahia, para reflexão e discussão com os expectadores sobre os conteúdos apresentados nos vídeos.

Para a realização desta ação, o Centro de Cultura conta com o apoio do Iteia – Rede Colaborativa de Cultura, Arte e Informação – e da ONG socioambiental Germen, responsável pela articulação do bate-papo.

Quando: Dia 18 de setembro (quarta-feira), às 15h e 17h30
Onde: Centro Cultural Vereador Manuel Querino - Câmara Municipal de Salvador
Informações: (71) 3320-0396/0324
Quanto: Gratuito

sábado, 14 de setembro de 2013

Dica Cultural: Projeto Domingo no TCA apresenta Banda Limusine

Clique para ampliar
A próxima edição do projeto Domingo no TCA abre espaço para a Banda Limusine, que leva todo seu charme e irreverência para a Sala Principal do TCA no dia 15 de setembro, às 11h, numa apresentação que mistura humor, performance e canções da Jovem Guarda.

Com os atores/cantores Diogo Lopes Filho e Evelin Buchegger nos vocais, o show é embalado por sucessos da década de 1960 que se tornaram conhecidos nas vozes de artistas como Diana, Roberto Carlos, Celi Campelo, Ronnie Von e Perla. Auxiliados pelas atrizes Luisa Prosérpio e Vanessa Mello como backings. Performático e interativo, o público é instigado a participar, dançar e cantar junto com a banda que surgiu no cenário baiano no final de 2008, numa concepção do baterista José Dantas (Theatro de Seraphim), que neste projeto toca acompanhado por Candido Soto (guitarra), Zito Moura (teclados) e Jerry Marlon (baixo), este também assina a direção musical.

O show é dirigido pela atriz Márcia Andrade e representa uma homenagem às músicas e músicos que marcaram uma época – e que são referência até os dias atuais. Antes da performance da Limusine, o público acompanha na abertura uma apresentação do Balé Teatro Castro Alves, às 10h30, com um trecho da coreografia do projeto Pílulas Dançadas.

SERVIÇO:
O quê: Projeto Domingo no TCA apresenta Banda Limusine
Quando: Dia 15 de setembro (domingo), às 11h
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA)
Quanto: R$ 1,00 (vendas no dia, a partir das 9h, com acesso imediato do público)

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

"Conversando com a sua História" desta segunda aborda relação entre o cinema e a sociedade

Clique para ampliar
O curso Conversando com a sua História, promovido pelo Centro de Memória da Bahia na Biblioteca, recebe na próxima segunda-feira (16) o professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) Altair Reis, que falará sobre a relação entre o cinema e a sociedade abordando a crise estrutural do capital. A aula acontecerá na Sala Katia Mattoso (3º andar), às 17h, com entrada gratuita.

O evento do dia 23 terá a participação do mestrando da UFBA, Rafael Costa, que vai abordar a relação entre o cinejornalismo e a política. O último encontro, dia 30, será com a professora Izabel Melo, encerrando as atividades do mês. Todos os encontros serão realizados na Sala Katia Matoso, no Complexo Cultural dos Barris.

As mesas de debate do Conversando com a sua História são sempre integradas por professores das universidades estaduais e federais da Bahia. Abolição e Pós-abolição da Escravatura, Literatura e História Oral da Bahia foram temas discutidos nos meses anteriores. Confira a programação completa dos outros meses do Conversando com sua História: www.fpc.ba.gov.com.br.


Quando: Dias 16 e 23 e 30 de setembro (segundas), a partir das 17h
Onde: Sala Katia Mattoso da Biblioteca Pública do Estado da Bahia - Barris
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Torneio de xadrez para cegos acontece este final de semana na Biblioteca

Clique para ampliar
O Setor Braille da Biblioteca promove, em parceria com o Grupo Voluntário Copistas Ledores para Cegos (GVCLC), a segunda edição do Torneio de Xadrez para Cegos. O evento, realizado pela primeira vez em 2012, acontecerá este ano nos dias 14 e 15 de setembro, sábado e domingo, às 15h. A entrada é gratuita.

O torneio integra as atividades do projeto Primavera da Inclusão e qualquer pessoa com deficiência visual pode participar, sem necessidade de efetuar inscrição. O projeto Primavera da Inclusão tem como objetivo celebrar a chegada da estação das flores e o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, através da realização de atividades como debate e apresentações artísticas.

Quando: Dias 14 e 15 de setembro (sábado e domingo), às 15h
Onde: Setor Braille da Biblioteca Pública do Estado da Bahia - Barris
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Dica Cultural: Vale do Capão é tema de exposição no Palacete das Artes

Divulgação
“Espiando o Vale do Capão” é o tema da exposição que será inaugurada no dia 17 de setembro, às 19h, na Galeria Mansarda, do Palacete das Artes. A mostra é de Silvana Sepulveda que, há mais de dez anos, tem se dedicado a fotografar o Vale com suas montanhas, flores, bichos, gente e atividades culturais.

A exposição conta com 40 fotografias coloridas, além da exibição de um filme de 15 minutos, com diversas imagens do Vale. “Comecei a fotografar ao mesmo tempo em que passei a frequentar o Vale do Capão, cuja paisagem me fascinou e, praticamente, me obrigou a capturá-la e trabalhar suas imagens no computador”, diz Silvana, que passa 15 dias por mês na região e pretende fixar residência por lá. Ela explica que a ideia da divulgação surgiu pelo sucesso das fotos, admiradas por amigos e conhecidos, quando publicadas nas redes sociais.

Vale do Capão -  Localizado no município de Palmeiras, a 445 km de Salvador, o Vale do Capão resguarda paisagens deslumbrantes. O cenário é basicamente composto por grandes cachoeiras, áreas de Mata Atlântica, montanhas de até 1.500 metros, dentre outras preciosidades naturais. Não é à toa que o lugar detém famosíssimos paraísos ecológicos, como o Silêncio dos Gerais, a correnteza do Rio Preto, o imponente Morrão e o abismo onde caem as águas da Cachoeira da Fumaça – a mais alta do Brasil. O lugarejo já teve o garimpo como sua principal atividade, assim como o restante da Chapada.

Abertura: 17 de setembro, às 19h
Visitação: Até 20 de outubro, de terças às sextas-feiras, das 13 às 19h; sábados, domingos e feriados, das 14 às 19h
Onde: Palacete das Artes - Graça
Quanto: Gratuito

Biblioteca recebe "Café Científico Salvador" nesta sexta-feira

Clique para ampliar
O Café Científico Salvador, em parceria com a Biblioteca Pública do Estado da Bahia, recebe o professor José Eduardo Ferreira Santos do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), para abordar o tema "Desenvolvimento infantil em situações adversas: das situações de risco à intervenção através da arte". O evento acontece nesta sexta-feira (13), às 18h, na Sala Katia Mattoso (3º andar).

Com o objetivo de aproximar cientistas e o público comum, o Café Científico Salvador é um projeto científico-cultural realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (UFBA/UEFS) e pela Livraria LDM.

Quando: Dia 13 de setembro (sexta-feira), às 18h
Onde: Sala Katia Mattoso - Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Biblioteca lança 5ª edição do projeto "Primavera da Inclusão"

Clique para ampliar
A Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) promove,  a partir do próximo dia 17 (terça-feira), a quinta edição do projeto Primavera da Inclusão, com entrada gratuita. Através da realização de debate e apresentações artísticas, o evento tem como objetivo celebrar a chegada da estação das flores e o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, comemorados em 21 de setembro.

Pela manhã, a partir das 09h, o debate "Acesso ao livro, leitura, pesquisa e estudo pelo deficiente" movimentará o Quadrilátero da Instituição, com participação de representantes da ABADEF, ABACI, APAE e AMA e mediação de João Prazeres

Pela tarde, a partir das 14h, o palco do Espaço Xisto Bahia recebe a "Apresentação Coletiva Especial de Artistas", com os grupos Cia Opaxorô (APAE), APADA, CEEBA e os coreógrafos Ninfa Cunha & Déo Carvalho. Após as apresentações será aberto um bate-papo com a plateia sobre o fazer artístico dos deficientes.

A programação do projeto Primavera da Inclusão se encerrará no dia 27 de setembro, às 15h, no Setor Braille, com o "Festival Tocante Primavera", que apresentará recitais de poesia, música e esquete com o Grupo de Teatro Noz Cego e grupos de dança.

Primavera da Inclusão 2013
Quando: Dia 17 de setembro (terça-feira), às 09h e 14h
Dia 27 de setembro (sexta-feira), às 15h
Onde: Quadrilátero e Setor Braille da BPEB e Espaço Xisto Bahia - Barris
Quanto: Gratuito

Equipe de Produção do Viva Núcleo de Produção Cultural da Viva
Edwin Neves - Coordenador de Produção Cultural
Fidelis Tavares  - Produtor Cultural 
Silvia Dias - Produtora Cultural
Juliana Neri - Técnica em Assuntos Culturais
Ana Paula Fernandes - Técnica Administrativa 
Amanda Julieta - Web Writer
Richard Camargo - Designer gráfico

Dica Cultural: Solar Ferrão recebe exposição que aborda amizade entre Caribé e Jorge Amado

Clique para ampliar
O Solar Ferrão recebe a exposição 100×100 Carybé Ilustra Jorge Amado, que busca promover uma reflexão sobre a cultura da Bahia, através do relato da amizade entre dois grandes ícones, responsáveis por obras de extrema originalidade e beleza. Com curadoria de Solange Bernabó, filha de Carybé, e projeto expográfico assinado pelo arquiteto Daniel Colina e pelo designer Gabriel Bernabó, a  mostra traz ilustrações de obras como O Sumiço da SantaJubiabáA MorteA Morte de Quincas Berro D’águaO Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, além de fotos que revelam diferentes momentos da amizade entre Jorge e Carybé.

No dia da inauguração da exposição, Solange vai ministrar a palestra Carybé e Jorge, Uma Amizade Centenária, que contará com a participação especial da escritora e presidente da Fundação Casa de Jorge Amado, Myriam Fraga, às 16h, nas instalações da Fundação. A filha do artista argentino radicado na Bahia vai falar como as personalidades se conheceram e os interesses em comum do ponto de vista artístico e da amizade em si. “Eles pareciam dois moleques. Quando estavam na mesma cidade, se encontravam constantemente e, quando não estavam juntos, trocavam cartas, fax… Se ainda estivessem por aqui, certamente, trocariam e-mails”, brinca.

Com sua narrativa particular, Jorge Amado revelou curiosidades sobre a Bahia, que vão desde a mescla de religiosidade e sensualidade, com cheiros, cores, sons e sabores eternizados em romances traduzidos e publicados em cerca de 60 países. Já Carybé materializou o estado em imagens. Sua vasta obra, composta principalmente por pinturas, gravuras, ilustrações, murais e esculturas, desvendam o povo baiano de maneira única. Os dois são personagens da vida real, que se cruzaram e tornaram-se irmãos, influenciando um ao outro, bebendo muitas vezes da mesma fonte e produzindo um magnífico legado.

100×100 Carybé Ilustra Jorge Amado fica em cartaz até o dia 6 de outubro e é uma realização do Instituto Carybé, em parceria com a Hasta la Luna Iniciativas Culturais, apoio da Fundação Casa de Jorge Amado e patrocínio do Grupo LM, através da Lei Rouanet. Salvador é a terceira cidade baiana a receber a mostra, que já passou por Ilhéus e Feira de Santana. O horário de visitação é terça a sexta, das 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. O Solar Ferrão fica na Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho.

Quando: Centro Cultural Solar Ferrão (Pelourinho)
Quando: Até 06 de outubro, de terça a sexta-feira, das 12h às 18h
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Fundação Biblioteca Nacional abre inscrições para bolsas de pesquisa

Clique para ampliar
Graduandos e doutorandos brasileiros e estrangeiros podem se inscrever, até o próximo dia 10/10, no edital do Programa Nacional de Apoio à Pesquisa (PNAP) da Fundação Biblioteca Nacional.

O edital tem como objetivo selecionar pesquisadores para concessão de bolsas, visando incentivar a produção de trabalhos originais, desenvolvidos a partir de pesquisas nos acervos da Biblioteca Nacional. 

Serão até 32 bolsas no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Pesquisa (PNAP), por um período de 1 (um) ano. As bolsas são divididas em três categorias: 11 bolsas para pesquisadores-doutorandos, no valor unitário de R$ 26.400, divididos em 12 parcelas mensais de R$2.200; 2 bolsas para pesquisadores-doutorandos estrangeiros, valor unitário de R$ 26.400 será divido em parcelas mensais de R$4.500; 19 bolsas para pesquisadores-juniores, de Apoio Técnico à Pesquisa, no valor de R$ 6.600, a serem pagas em 12 parcelas de R$ 550.

Leia o edital completo: http://migre.me/g0Mg3

Dica Cultural: Banda Radiola se apresenta de graça no Pelourinho

Divulgação
O som da Radiola está de volta ao Pelourinho. A banda se apresenta no dia 13 de setembro (sexta-feira), no Largo Tereza Batista, a partir das 21h. O show, que integra a programação musical do Congresso Brasileiro de Sociologia, tem entrada gratuita.

No repertório, o grupo apresenta as canções do álbum "ArRede": Tempo Sem Nome, terceiro disco da banda. Além das novas canções, como "iii.iii.iii.iii.iii.iii" (eleita uma das melhores músicas de 2012 pelo site Embrulhador.com), a banda inclui no repertório músicas dos discos anteriores, "Gelo Liso é Paraíso Pra Quem Sabe Dançar" e "Dois de Fevereiro".

Radiola é: Alan Abreu, Fábio Dias, Felipe Kowalczuk, Germano Estácio, Larriri Vasconcellos, Nancy Viégas, Tadeu Mascarenhas e Tico Marcos.

Quando: Dia 13 de setembro (sexta-feira), às 21h
Onde: Largo Tereza Batista - Pelourinho
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Exposição "Art'Nossa" fica em cartaz até o final de setembro na Biblioteca

Garrafas decoradas fazem parte da exposição
Está em cartaz na Sala de Exposições do 2º andar da Biblioteca a exposição Art'Nossa. Organizada pelos artesãos Marise Ribeiro e Hamilton Oliveira, a mostra tem o objetivo de fortalecer a circulação artística e vem pela segunda vez para a Biblioteca, reunindo peças de dez expositores, com vários estilos visuais. Art'Nossa fica em cartaz até 30 de setembro com visitação gratuita, de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 18h.

Quando: Até 30 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 18h
Onde: Sala de Exposições do 2º andar - Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Projeto "Leituras Públicas" discute Bienal da Bahia com diretor do MAM-BA

Marcelo Rezende é convidado do projeto "Leituras Públicas"
O projeto Leituras Públicas, realizado pela Diretoria de Livro e Leitura (DLL) da Fundação Pedro Calmon, terá uma edição especial nesta quinta-feira, 5 de setembro, com a participação do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA). Nesta edição, o foco será a leitura do Projeto da 3ª Bienal de Arte da Bahia, que acontece entre maio e setembro de 2014, a partir da provocação “É tudo Nordeste?”. A leitura será feita pelo diretor do MAM-BA, Marcelo Rezende, no Quadrilátero da Biblioteca, nos Barris, a partir das 17h. A entrada é gratuita.

De acordo com o diretor do museu, a leitura pública será uma conversa sobre as ideias que geraram o projeto e os objetivos a serem colocados em prática, no mesmo formato dos encontros públicos do projeto MAM Discute Bienal. Na ocasião, Marcelo apresentará o Projeto da 3ª Bienal da Bahia e, posteriormente, será aberto o debate para os participantes.

O evento marca o início da parceria entre o MAM-BA e a Fundação Pedro Calmon (FPC), que promoverá a integração entre programações, criação de um selo editorial para publicações e pequenas mostras de documentos. Além disso, essa leitura pública servirá como ponto de partida para a segunda temporada do MAM Discute Bienal.  O projeto da 3ª Bienal da Bahia é resultado dos primeiros encontros com os artistas e profissionais atuantes na área cultural, além das reuniões do Conselho Curatorial e das pesquisas realizadas pelo MAM-BA. Para Rezende, “o projeto tenta dar conta de vários desejos que foram expressos durante estes encontros”.

O Programa Leituras Públicas visa fomentar a cultura da leitura e o reconhecimento da importância do livro na vida do cidadão baiano, que tem a oportunidade de ouvir os autores lendo suas obras ou propostas, além de conversar com eles.

Quando: Dia 05 de setembro (quinta-feira), às 17h
Onde: Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado da Bahia - Barris
Quanto: Gratuito
Com informações do MAM-BA.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Dica Cultural: Lançamento do livro "Reflexões Filosóficas de Calixto"

Clique para ampliar

Firmino da Cerâmica, Crispim Alma Fria e Lobo Afonso. Estas são apenas algumas das personagens que aparecem em Reflexões Filosóficas de Calixto, novo livro de crônicas de Manoel Passos Pereira, o Manuca, que será lançado no próximo dia 05/09 (quinta-feira), às 18h, na Livraria LDM do Espaço Itaú de Cinema. A obra foi finalizada em 1996, mas só agora os leitores terão oportunidade de conhecer as narrativas e os causos que têm Salvador e o Recôncavo Baiano como pano de fundo.

Declarando-se mais amadurecido e preocupado com temas relacionados à ética e movimentos pacíficos, Manuca revela que conviveu com alguns dos personagens e outros são frutos de sua imaginação. “A maioria de meus personagens são pessoas vivas observadas no dia a dia da vida, evidentemente com certa dosagem de temperos do meu imaginário, daí a importância literária, pois não seria uma mera cópia da realidade”, ressalta. O livro contou com o apoio técnico da Fundação Pedro Calmon e o lançamento terá ainda uma apresentação especial de Mateus Aleluia, artista cachoeirense que fez parte do lendário grupo musical Os Tincoãs, e de sua filha, a cantora Fabiana Aleluia.

Atuação eclética, Manuca é historiador, professor e autor de diversos livros, dois deles contando a trajetória dos bairros de Nazaré e Rio Vermelho. Além disso, já participou como roteirista, pesquisador e diretor de diversos documentários abordando a cultura e religiosidade negras, dentre eles “Gaiaku Luiza: força e magia dos voduns”, “Santo Amaro: encruzilhada cultural do Recôncavo” e “Casa de Santo”, sobre a religiosidade dos afrodescendentes de Maragojipe.

SERVIÇO:
O quê: Lançamento de “Reflexões Filosóficas de Calixto”. Participação especial:
Mateus Aleluia e Fabiana Aleluia
Quando: 05 de setembro (quinta-feira), às 18h
Onde: Livraria LDM, Espaço Itaú de Cinema, Praça Castro Alves, s/nº
Preço sugerido: R$ 15 (quinze reais)
Outras informações: (71) 3277.8622 | eventos@livrariamultcampi.com.br

Texto: Tom Correia - ASCOM/FPC
Foto: Divulgação/FPC

Biblioteca recebe seminário em comemoração aos 50 anos da constituição da União Africana

Clique para ampliar
A Biblioteca recebe, entre os dias 04 e 06 de setembro, o Seminário Internacional SOMOS AFRICANOS? - Novas Estratégias para a Ascendência Africana no Brasil e na América Latina Salvador, em comemoração aos 50 anos da constituição da União Africana. A abertura acontecerá nesta quarta-feira, às 18h, na Sala Katia Mattoso (3º andar), e o encerramento, na sexta-feira, terá a apresentação musical do cantor Dão, às 20h, no Quadrilátero da Instituição.

Nos dias 05 e 06 de setembro, as atividades se iniciam às 09h, na Sala Katia Mattoso, discutindo de propostas e ações para o fortalecimento das relações da América latina e os países africanos. Outro objetivo do evento é a difusão do novo pensamento afro-brasileiro, articulado com a África e os demais países latino-americanos.

O Seminário Internacional SOMOS AFRICANOS? é promovido pelo Governo Federal, através da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir); Governo do Estado da Bahia e o Centro de Estudos Mário Gusmão (Cemag). O seminário vai reunir nomes como a ministra da Secretaria de Reparação Social da Presidência da República, Luiza Bairros; o representante da União Africana no Brasil, embaixador Manuel Lubisse; o secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Murade Isaac Muragy; o secretário de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia,  Elias Sampaio; o Presidente do Centro de Estudos Mário Gusmão (Cemag), Zulu Araújo; a procuradora geral da Fundação Cultural Palmares, Dora Lúcia de Lima Bertúlio; o jornalista e diretor executivo da Revista Raça, Mauricio Pestana, além de intelectuais e artistas como o rapper e escritor Gog; o cineasta Jefferson D.; o professor Mário Deodoro, doutor em Economia pela Universidade de Paris;  a diretora teatral, Fernanda Júlia; o autor e diretor Antonio Pompeu; professor Júlio Tavares, doutor em Antropologia.

Quando: De 04 a 06 de setembro
Abertura: 04 de setembro, às 18h
Demais dias: A partir das 09h
Onde: Sala Katia Mattoso e Quadrilátero - Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito