• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Dia de Bruxas e Livros na Biblioteca


Atualidades e Biologia serão revisadas nesta quinta no "Aulão Solidário"

Clique para ampliar
Dando continuidade a revisão dos assuntos cobrados para os vestibulares da UFBA e da UNEB, o Aulão Solidário promove  nesta quinta-feira (27), aulas voltadas para as disciplinas de Biologia com o prof. André Luís e Atualidades com o prof. Rômulo Teixeira. O projeto é uma parceria entre a Ong Pierre Bourdieu e a Biblioteca Pública do Estado da Bahia.

Inscrições - é necessário comparecer à Ong ou à Biblioteca Pública (Núcleo Biblioteca Viva - 3º andar) e preencher a ficha de inscrição com nome e RG. Como ingresso, o estudante deve trazer um brinquedo novo ou usado para ser doado ao projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil", que atende a creches infantis com crianças de 0 a 5 anos em Salvador.

As aulas são ministradas por professores que participam do curso pré-vestibular da Ong, sempre às 18h.

Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (Auditório - 3º andar)
Quando: 21, 26, 27 de outubro e 09*,11 de novembro, sempre às 18h
Quanto: doação de brinquedo novo ou usado para o projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil"
Contato: (71) 3117-6041 (Biblioteca Viva), 3328-2801 ou 3491-0199 (Ong Pierre Bourdieu)
*A confirmar.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Encontro reune artistas que participarão da IV Lavagem da Biblioteca


Nesta terça-feira (25), um encontro reuniu os artistas participantes da lavagem para acerto dos detalhes da programação festiva. Márcia Short, Mikael Mutti (Percusivo Mundo Novo), Marcos Paulo (Kem Samba Vem) e Lucas de Souza (Multipétalos) marcaram presença e deram uma prévia do que irá rolar na 4ª edição da lavagem profano-literária baiana. Confira as perguntas feitas pela assessoria de comunicação para os artistas: 

Biblioteca Viva - Essa é a terceira vez que você participa da Lavagem da Biblioteca. O que essa ação cultural significa para você?
Márcia - Para mim pontua a importância da leitura e do sucesso à chegada ao objetivo que é o conhecimento. É uma alegria participar, principalmente porque essa biblioteca foi parte da minha infância. Estudava no Salete e minha mãe vendia acarajé no Centro. Quando minha aula acabava, ficava aqui lendo no Setor Infantil, esperando minha mãe terminar de trabalhar. 

BV - Como será a dinâmica da concentração no trio?
Marcos Paulo - A gente trabalha no resgate do samba duro e mistura esse ritmo com música eletrônica, mas sem perder a raiz. Podemos definir o Kem Samba Vem como um meio de valorização e difusão da Cultura Afrobrasileira para trabalhar a expansão da socialização na comunidade.

BV - Qual estilo musical predominará durante o trajeto?
Lucas - O trio elétrico será uma brincadeira de três, onde eu, Alana e Mikael vamos tocar um pouco do repertório dos Multipétalos e também um pouco do repertório do projeto Feijão de Corda, que traz uma releitura de músicas da rainha Daniela Mercury. O público pode esperar dos Multipétalos uma pegada de axé com música eletrônica e música popular brasileira. 

BV - O que o público pode esperar para os shows?
Márcia - Uma viagem das melhores lembranças do carnaval da década de 80, com certeza. O show que eu trago é o Axé Acústico, que já venho trabalhando à um ano e que vai sempre se modificando. Dei uma ampliada no repertório porque entendi que desde os anos 80 o pessoal pegava música popular e transformava em samba-reggae. Vou tocar algumas do amigo Magary, coisas da Banda Mel e o público ainda pode interagir, porque sempre passo um saquinho no show para as pessoas colocarem sugestões dentro.

Assessoria Magary - Músicas próprias, algumas releituras de jazz e soul, pop e, claro, o semba, que é um ritmo bem cultural e baiano e que funciona muito bem. Para Magary é uma felicidade estar na IV Lavagem porque ele incentiva muito a leitura e a música de qualidade. 

Mikael - Nós usamos muito  novas tecnologias como lasers, sons de videogames para fazer uma mistura de música brasileira, alternativa e eletrônica. O público pode esperar inovação e raiz. 

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Conversando com sua História abordou Africanização do Carnaval de Salvador

Hoje (24), às 17h, foi realizada mais uma edição do curso Conversando com sua História, do Centro de Memória da Bahia, na Sala Katia Mattoso da Biblioteca Pública do Estado (Barris). O palestrante convidado, Professor Doutor Raphael Rodrigues Vieira Filho, abordou o tema “A africanização do carnaval de Salvador-BA: a recriação do espaço carnavalesco (1876-1930)”.
Elitização - Durante a palestra, o professor analisou também as modificações da festa e citou a elitização do carnaval como fator determinante : "a partir das décadas de 80, 90 o carnaval perde esse sentido de ser popular e passa a ser um carnaval elitizado, tanto nos eixos Rio de Janeiro e São Paulo como em Salvador, Recife e outras cidades menores. O carnaval não possui mais caráter popular e passou a ser dominado por uma elite preocupada com a festa, não com o povo. Dos anos 2000 até agora, tem sido colocado com uma nova fase para as maniestações momescas, populares. Vários estudos sobre micaretas estão sendo realizados", afirmou.
Conversando com Sua História - Promovido desde 2002 pelo Centro de Memória, unidade da Fundação Pedro Calmon/Secult, o curso Conversando com sua História  acontece sempre às terças-feiras e se estende até o mês de outubro. Mais informações no telefone (71) 3117-6030 ou no site da Fundação Pedro Calmon.

Realidade das bibliotecas escolares alemãs é exposta em Seminário

Prof. Günter Schlamp Hessen
"Na Alemanha, creio que só 5% das escolas são particulares. Na região leste, que fez parte do lado comunista antes da queda do muro de Berlim, há mais escolas privadas porque os pais não querem mandar seus filhos para as escolas públicas, onde os professores ainda são dessa época.

Essas escolas particulares possuem bibliotecas mas apenas metade das escolas públicas possuem bibliotecas, que são mantidas pelos pais e professores. Por ter poucos bibliotecários, às vezes as bibliotecas públicas chegam a funcionar apenas uma tarde por semana. Essas bibliotecas públicas e particulares não interagem, não há comunicação alguma entre elas." - Prof. Günter Schlamp Hessen, Bibliotecário da Alemanha e Conselheiro de Secretarias de Educação nos estados alemães de Hesse e Berlim-Brandenburgo durante Seminário Biblioteca como Instituição do Saber, realizado nesta segunda-feira (24).

Gramática, Redação e História serão revisadas nesta quarta no "Aulão Solidário"


Clique para ampliar

Dando continuidade a revisão dos assuntos cobrados para os vestibulares da UFBA e da UNEB, o Aulão Solidário promove nesta quarta-feira (26), aulas voltadas para as disciplinas de Gramática, Redação e História. O projeto é uma parceria entre a Ong Pierre Bourdieu e a Biblioteca Pública do Estado da Bahia.

Inscrições - é necessário comparecer à Ong ou à Biblioteca Pública (Núcleo Biblioteca Viva - 3º andar) e preencher a ficha de inscrição com nome e RG. Como ingresso, o estudante deve trazer um brinquedo novo ou usado para ser doado ao projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil", que atende a creches infantis com crianças de 0 a 5 anos em Salvador.

As aulas são ministradas por professores que participam do curso pré-vestibular da Ong, sempre às 18h.

Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (Auditório - 3º andar)
Quando: 21, 26, 27 de outubro e 09*,11 de novembro, sempre às 18h
Quanto: doação de brinquedo novo ou usado para o projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil"
Contato: (71) 3117-6041 (Biblioteca Viva), 3328-2801 ou 3491-0199 (Ong Pierre Bourdieu)
*A confirmar.

"Filmes para o Vestibular" apresenta: O Auto da Compadecida

O projeto "Filmes para o Vestibular", sessão que a Biblioteca realiza com filmes que normalmente são pedidos em provas de vestibular, apresenta nesta quarta-feira (26), às 10h e 15h, o filme "O Auto da Compadecida", com  Matheus Nachtergaele e Selton Mello.


Ficha técnica:

Título: O Auto da Compadecida
Lançamento: 2000 (Brasil)
Direção: Guel Arraes
Atores: Matheus Nachtergaele, Selton Mello, Rogério Cardoso, Diogo Vilela.
Duração: 104 min
Gênero: Comédia






Sinopse:

As aventuras de João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Ambos lutam pelo pão de cada dia e atravessam por vários episódios enganando a todos da pequena cidade em que vivem.


Trailer:

Quando: dia 26 de outubro, às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Seminário discute lei sobre criação de bibliotecas em todo o Brasil

Na próxima segunda (24), o Goethe-Institut Salvador promove, em parceria com o Instituto de Ciência da Informação (ICI) da UFBA , o Centro de Referência Integral ao Adolescente (CRIA), a Fundação Pedro Calmon (FPC), a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) e entidades comunitárias, o seminário "A Biblioteca como Instituição do Saber", que se destina a discutir e avaliar a Lei nº 12.244, de 24 de maio de 2010, que estabelece, num prazo de dez anos, a criação de bibliotecas escolares em todo o território nacional. 

Quando: 24 e 25 de outubro, das 9h às 12h30 e das 14h às 17h
Onde: Sala Kátia Mattoso (3º andar)
Taxa de inscrição: R$ 30,00 (R$ 15,00, estudantes)
Mais informações: 
Tel.: (71) 3338-4706/ E-mail: bibl@salvadorbahia.goethe.org

Matemática, Redação e Geografia serão revisadas hoje no "Aulão Solidário"

Dando continuidade a revisão dos assuntos cobrados para os vestibulares da UFBA e da UNEB, o Aulão Solidário promove hoje (21), aulas voltadas para as disciplinas de Matemática, Redação e Geografia. O projeto é uma parceria entre a Ong Pierre Bourdieu e a Biblioteca Pública do Estado da Bahia.

Para realizar a inscrição, é necessário comparecer à Ong ou à Biblioteca Pública (Núcleo Biblioteca Viva - 3º andar) e preencher a ficha com nome e RG. Como ingresso, o estudante deve trazer um brinquedo novo ou usado para ser doado ao projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil", que atende a creches infantis com crianças de 0 a 5 anos em Salvador.

As aulas são ministradas por professores que participam do curso pré-vestibular da Ong, sempre às 18h.


Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (Auditório - 3º andar)
Quando: 21, 26, 27 de outubro e 09*,11 de novembro, sempre às 18h
Quanto: doação de brinquedo novo ou usado para o projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil"
Contato: (71) 3117-6041 (Biblioteca Viva), 3328-2801 ou 3491-0199 (Ong Pierre Bourdieu)
*A confirmar.

Relançamento do livro "Jogo de imagens: Leitura e escrita criativa na educação pela Arte"


Escritora e pesquisadora Diva Luiz da Silva relança hoje (21) , na Biblioteca Pública, o livro Jogo de imagens: Leitura e escrita criativa na educação pela Arte.  O processo criativo será discutido com a autora através de um bate-papo. Haverá ainda performance poética com  os artistas convidados, entre eles:  Lilian e Leandro (grupo teatral Alma), Antônio Barreto (escritor e cordelista), Marcos Peralta (poeta), Gilberto Teixeira, Renato Muniz (violão) e Ademir (voz).

Quando: hoje, das 16h às 17h30
Onde: Sala Kátia Mattoso (3º andar)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Maestro Tranquilo Bastos é homenageado em exposição

A Subgerência de Obras Raras e Valiosas da Biblioteca Pública do Estado da Bahia promove hoje (20), às 16 horas, a abertura da exposição Coleção Manoel Tranquilino Bastos. O evento terá a presença do escritor Jorge Ramos,  com a sessão de autógrafos do seu livro: O Semeador de Orquestras.

Manoel Tranquilino Bastos, baiano cachoeirense, compositor e destacado professor de música, descobridor e formador de talentos que o ajudaram a disseminar, na Bahia, o gosto pela boa musica. Criador e incentivador de Bandas e Sociedades Filarmônicas, Manoel deixou um expressivo legado nos diversos gêneros musicais, parte deste, sob a guarda da Biblioteca Pública, apresentado nesta exposição.  

Quando: 20, às 16h
Onde: Sala de Exposição do 2º andar


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Aulão Solidário começa hoje

Em parceria com a Ong Pierre Bourdieu, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia promove hoje (19) a primeira aula de revisão para os vestibulares da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Literatura, Gramática e Redação serão as disciplinas abordadas  esta quarta-feira no projeto Aulão Solidário.

Para realizar a inscrição, é necessário comparecer à Ong ou à Biblioteca Pública (Núcleo Biblioteca Viva - 3º andar) e preencher a ficha com nome e RG. Como ingresso, o estudante deve trazer um brinquedo novo ou usado para ser doado ao projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil", que atende a creches infantis com crianças de 0 a 5 anos em Salvador.

As aulas acontecerão no Quadrilátero (térreo) nos dias 19, 21, 26 e 27 de outubro e 09* e 11 de novembro, sempre às 18h, e serão ministradas por professores que participam do curso pré-vestibular da Ong.

Serviço: Aulas de revisão para os vestibulares UFBA e UNEB
O quê: Aulão Solidário
Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (Quadrilátero – térreo)
Quando: 19,21, 26, 27 de outubro e 09*,11 de novembro, sempre às 18h
Quanto: doação de brinquedo novo ou usado para o projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil"
Contato: (71) 3117-6041 (Biblioteca Viva), 3328-2801 ou 3491-0199 (Ong Pierre Bourdieu)
*A confirmar.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Palestra adverte sobre os riscos do fumo

Em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia traz nesta quarta-feira (19) técnicos da SESAB para falarem sobre os riscos ocasionados pelo vício do fumo. A palestra faz parte do "Programa Estadual de Controle de Tabagismo e Outros Fatores de Risco" e visa conscientizar a população, sobretudo, os jovens.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a fumaça do cigarro reúne cerce de 4.700 substâncias tóxicas diferentes, muitas delas cancerígenas. No Brasil, 23 pessoas morrem a cada hora, em decorrência de doenças ligadas ao tabagismo. O pneumologista Francisco Hora, do Programa Estadual de Controle do Tabagismo, revela que o tabagismo é uma doença crônica, causada pela dependência do tabaco, e que os produtos derivados do tabaco, especialmente os cigarros, são feitos para criar e manter dependência química nos consumidores.
(Fonte: Portal da SESAB - http://www.saude.ba.gov.br).

Quando: 19 (quarta-feira), às 15h 
Onde: Sala Katia Mattoso - Auditório (3º andar)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

"Filmes para o Vestibular" apresenta: O Crime do Padre Amaro


O projeto "Filmes para o Vestibular", sessão que a Biblioteca realiza com filmes que normalmente são pedidos em provas de vestibular, apresenta nesta quarta-feira (19), às 10h e 15h, o filme "O Crime do Padre Amaro". O drama, estrelado por Gael Garcia Berna, aborda questões da Igreja Católica. 

Ficha técnica
Título original: (El Crimen del Padre Amaro)
Lançamento: 2002 (México)
Direção: Carlos Carrera
Atores: Gael García Berna, l, Ana Claudia Talancón, Sancho Gracia.
Duração: 118 min
Gênero: Drama

Sinopse
O jovem padre Amaro (Gael García Bernal) acaba de ser ordenado e em breve irá para Roma continuar seus estudos, graças à boa relação que mantém com o bispo. Antes, contudo, deve trabalhar em uma paróquia. Ele é enviado para Los Reyes para atuar sob as ordens do padre Benito (Sancho Gracia), o vigário que aparentemente vive uma existência corrupta e contraditória. Lá ,Amaro conhece a linda e devota Amelia (Ana Claudia Talancón), filha de Sanjuanera (Angélica Aragón), dona do restaurante mais importante da cidade e amante do padre Benito. Diante do mundo real, Amaro é confrontado com a hipocrisia da Igreja, que condena as guerrilhas mas convive com chefes do tráfico de drogas.

Trailer

Quando: dia 19 de outubro, às 10h e 15h
Onde: Sala Luiz Orlando (3º andar)

Aulão Solidário prepara jovens para vestibulares


Em parceria com a Ong Pierre Bourdieu, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia realizará a primeira edição do projeto Aulão Solidário, no qual alunos de colégios públicos e/ou particulares terão a oportunidade de revisar assuntos que serão cobrados nos vestibulares da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e Universidade do Estado da Bahia (Uneb). As aulas acontecerão no Quadrilátero (térreo) nos dias 19,21, 26 e 27 de outubro e 09* e 11 de novembro, sempre às 18h, e serão ministradas por professores que participam do curso pré-vestibular da Ong.
Clique aqui e saiba mais

Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (Quadrilátero – térreo)
Quando: 19,21, 26, 27 de outubro e 09*,11 de novembro, sempre às 18h
Quanto: doação de brinquedo novo ou usado para o projeto "Educação Cidadã nos Centros Municipais de Educação Infantil"

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Espetáculo "Entre Nós" aborda respeito à diversidade


No dia 27 o novo espetáculo "Entre Nós", da Tribo do XVIII, com texto e direção de João Sanches, será apresentado no Quadrilátero da Biblioteca. A peça-debate buscará uma linguagem acessível e bem humorada no sentido de estabelecer um diálogo efetivo com diferentes públicos, desde adolescentes até pessoas da melhor idade. 

A encenação tem musica ao vivo, onde os atores interpretam e narram a história de dois jovens que enfrentam uma série de dificuldades na tentativa de se relacionar. À medida que a trama vai sendo apresentada, os atores questionam e debatem com a plateia o destino daquela história e daqueles personagens, estimulando a discussão de assuntos relacionados a expressões identitárias LGBTs. Tais discussões serão realizadas tendo como ponto de partida as dificuldades vivenciadas pelas personagens ao longo da trama.

Tribo do XVIII é vencedor do Edital LGBT do Fundo Cultura do Estado da Bahia.  O elenco é formado por Igor Epifânio, e Anderson Souza. Mais informações: (71) 8813-7623 (Patrícia Rammos).

Quando: dia 27, às 15h ADIADO PARA 11 DE NOVEMBRO
Onde: Quadrilátero (térreo)

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Semana Nacional do Livro e da Biblioteca e Jorge Amado são temas de exposições no Setor de Empréstimo

Em comemoração à Semana Nacional do Livro e da Biblioteca (23 a 29 de outubro), a Subgerência de Informação e Atendimento ao Público (SIAP) realiza uma mostra sobre a história do livro e da biblioteca por meio de livros didáticos, fotos, enciclopédias e cartilhas. Também estarão expostos no Setor de Empréstimo diversas obras de Jorge Amado em homenagem ao centenário do autor baiano.

Quando: de 03 a 31 das 08h30 às 21h
Onde: setores de Pesquisa, Referência e Empréstimo (térreo)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Biblioteca tem programação especial no mês das crianças

A Fundação Pedro Calmon/SecutBA realiza na Biblioteca Pública do Estado (Barris) programação diversificada e especial pelo mês das crianças. São filmes, contação de histórias infantis sobre diversos temas e atividade de incentivo à leitura com o projeto Tecendo Caminhos para a Leitura e outras oficinas.

Com dias e horários variados as crianças têm um calendário diversificado de atividades para entreter e aprender. Todas as segundas-feiras de outubro (10, 17 e 24), das 14h às 17h, o projeto Tecendo Caminhos para a Leitura vai integrar criatividade e educação ambiental, com confecção de livros em tecido, nos quais serão colocados as ilustrações e os textos elaborados por crianças.

Hora de ouvir história, projeto da FPC, trabalha o lúdico e a imaginação das crianças, com contação de histórias infantis sobre diversos temas. As sessões de contação de histórias acontecem as segundas e sextas-feiras, às 10h e 15h.

Filmes – O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado – Barris, em comemoração ao mês das crianças, fará exibições gratuitas de filmes infantis as terças e quintas-feiras, durante o mês de outubro. Pra começar, nos dias 4 e 6, às 10h e 15h o ogro Shrek, o Burro e o Gato de Botas, saem em uma aventura na busca de um substituto para a coroa do Reino de Tão, Tão Distante. O principal candidato é Artie, um jovem desprezado por todos em sua escola, que é primo de Fiona.

Já nos dias 11 e 13, será a vez do filme O Pequeno Príncipe, que conta a mágica história de um piloto perdido no deserto e um menino vindo de um lugar distante. Juntos, eles compartilham experiências que divertem, encantam e tocam o coração.

Para os dias 18 e 20, será exibido o filme Deu a louca na Chapeuzinho Vermelho, uma animação que faz uma sátira da clássica história da garotinha conhecida como Chapeuzinho Vermelho. A história começa pelo final, onde policiais do reino animal investigam a casa da vovozinha, uma garota, um lobo e um machado suspeito.
Nas últimas terças e quintas de outubro (25 e 27), o filme selecionado foi Irmão Urso 2. O filme é a continuação da animação Irmão Urso. Na seqüência, Kenai não vive mais com o Denahi, mas encontra antiga amiga Nita que precisa destruir um colar que Kenai deu pra ela, para que possa se casar, no fim Koda deseja que Kenai se transforme em humano outra vez.

As exibições são gratuitas, sempre às 10h e 15h, no Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado (Barris).

Oficinas - Ainda em comemoração ao mês das crianças, o Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado (Barris) realiza uma intensa programação de oficinas artísticas para explorar a criatividade e imaginação dos pequenos.

A oficina “Pequenos Contadores de Histórias”, no dia 11 às 15h, incentiva a leitura tendo como contadores as próprias crianças. O conto a ser trabalhado será Sábado na Livraria e Outros Contos, que conta a história de um menino que vai todo sábado à livraria. A oficina é direcionada para o público infanto-juvenil entre 07 e 14 anos de idade e tem adaptação e orientação de Raimundo Moura.

“Todo Mundo Conta Histórias” é uma oficina de atividades lúdicas que incluem a linguagem teatral e técnicas de contação de histórias como processo de resgate e valorização da narrativa oral, sob orientação de um arte-educador. Poderão participar crianças e adultos de todas as idades, especialmente, pais e filhos (as). A oficina acontece nos dias 17 e 24/10, às 15h. No dia 19, também às 15h, as crianças poderão participar da oficina “Pintando os Heróis”, que fará uso de materiais reciclados para a confecção de máscaras após a leitura de histórias sobre os personagens do universo infanto-juvenil.

Já no dia 21, acontece a oficina “Máscaras Criativas de Vampiros”, que usará diversos materiais artísticos como forma de ampliar o potencial criativo dos participantes da oficina na criação de máscaras divertidas de vampiros. São disponibilizadas 15 vagas e os interessados devem enviar nome completo, idade e contatos para o e-mail: bpebbibliotecaviva@gmail.com até o dia 14/10. A oficina acontece das 9h30 às 11h.

Na oficina “Arte de Reciclar”, que acontece dia 26, às 15h, as crianças irão fazer diversos objetos de decoração utilizando materiais recicláveis, principalmente garrafas PET, além de outros materiais para dar um toque artesanal.

Onde:  Setor Infantil (térreo)
Quando: Durante todo o mês de outubro

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Juracy Magalhães será tema de aula na Biblioteca

No próximo dia 10 de outubro, às 17h, na Sala Katia Mattoso da Biblioteca Pública do Estado (Barris), a Professora Ana Luiza Araújo Caribe de Araújo Pinho ministrará a palestra “De ‘forasteiro’ a Unanimidade: A interventoria de Juracy Magalhães na Bahia (1931-1934)”, dentro do curso Conversando com sua História, do Centro de Memória da Bahia. As inscrições são gratuitas e os participantes com 75% de freqüência recebem certificados.

Tendo como foco a política baiana, na primeira metade dos anos 1930. a professora Ana Maria Araújo informa que irá centrar-se no inicio da carreira política de Juracy Magalhães, principalmente no período de agosto de 1931 a outubro de 1934, época em que corresponde aos anos em que Juracy Magalhães edificou sua forma de atuação na política baiana, pois ocupou a Interventoria do Estado da Bahia. “Neste período ele foi eleito de forma indireta para governador do estado. Época que marcou a sua vida, pois ele próprio classificou este momento como de nascimento da sua carreira política”. Ana Maria ainda ressalta que “o objetivo principal da conferência será identificar quais estratégias de Juracy Magalhães permitiram que, em um curto espaço de tempo, o ‘tenente cearense’ assumisse o controle político da Bahia. Ou seja, entender como o militar, considerado um ‘forasteiro’ na Bahia, consegue se transformar numa das mais importantes lideranças políticas do estado”, afirma a pesquisadora.

Currículo – A professora Ana Luiza Araújo possui graduação e bacharelado em História pela Universidade Federal da Bahia. Possui Mestrado em História Política e Bens Culturais pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil – CPDOC. Dentre os seus trabalhos publicados destacam-se: Terra e Liberdade e seu olhar sobre a Guerra e Revolução na Espanha dos anos 30 e O filme em sala de aula: como usar.

O próximo encontro do Curso Conversando com sua História acontecerá no dia 17 de outubro e terá como tema “Cabilda de Fascinorosos Moradores: uma reflexão sobre a revolta dos índios da Pedra Branca em 1834” proferido pelo professor André de Almeida Rego. A palestra pretende analisar a revolta dos Índios da Aldeia de Pedra Branca, situada na região do atual município de Santa Terezinha, no centro–norte baiano. As inscrições podem ser feitas diariamente, das 9h às 17h, pelo telefone 3117-6067 ou através do email: cmb.fpc@fpa.ba.gov.br

Quando: 10 de outubro, às 17h
Onde: Sala Katia Mattoso (3º andar)

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Exposição: Tecendo Caminhos para a Leitura


Lei que proíbe uso de celulares em bibliotecas é sancionada

A lei municipal nº 8.091, que proíbe a utilização de celular em ambientes culturais, foi sancionada nesta quarta-feira (5), no Palácio Thomé de Souza, pelo prefeito João Henrique. A medida proíbe que as pessoas utilizem aparelhos de telefone celular ou façam uso de emissão sonora pessoal no interior de bibliotecas, casas de espetáculos e em eventos, como projeção de filmes, peças teatrais, musicais, dança, palestras, conferências e demais atividades culturais ou artísticas.

Segundo João Henrique, a regulamentação deverá ocorrer dentro de 10 dias e a fiscalização será realizada pela Sucom. Em caso de descumprimento, a multa prevista para os estabelecimentos varia entre 30 a 800 Ufir's (Unidade Fiscal de Referência). "Nós, do poder público, estamos contribuindo para que os espetáculos não percam a sua credibilidade e que as pessoas tenham respeito aos artistas", complementou o prefeito.

"Esta é uma medida educativa que tem como objetivo colaborar com a educação do público para o bom andamento dos espetáculos culturais em Salvador", destacou a autora do projeto de lei, vereadora Olivia Santana. Participaram também da solenidade os diretores da Biblioteca Pública da Bahia, Kilma Alves, do Cinema Nacional, Roque Araújo, do Teatro Castro Alves (TCA), Rose Lima, e secretários municipais.

São vários os exemplos de legislações que coibem a utilização de celulares em teatros e cinemas. Em Minas Gerais, o artigo 70 da Constituição do Estado proíbe a conversação em telefone celular e o uso de dispositivo sonoro do aparelho em salas de aula, teatros, cinemas e igrejas. Em Nova York, a lei proíbe o uso de celulares em locais de espetáculos e visitação pública, e fixa multa de US$ 50. Em Joinville, Santa Catarina, a Lei Complementar 60, de 1998, dispõe sobre a proibição de utilização de aparelhos de telefonia celular e congêneres no interior de teatros, cinemas, casas de espetáculos e bibliotecas.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

"Filmes para o Vestibular" homenageia Dia do Deficiente

Em homenagem ao Dia do Deficiente (11/10), o projeto "Filmes para o Vestibular", sessão que a Biblioteca realiza com filmes que normalmente são pedidos em provas de vestibular, apresenta nos dias 07, 14, 21 e 28, às 10h e 15h o filme Zona Desconhecida, de Ariana Chediak.

Ficha técnica:
Título original: Zona Desconhecida
Ano de Lançamento: 2009
Direção: Ariana Chediak
Gênero: documentário





Sinopse:
"Zona Desconhecida" e um documentário sobre uma mulher que não pode mover o corpo desde um acidente em 1994. Além disso, conta a história da cineasta - um terapeuta que começou a registrar seu primeiro passo. O paciente não pode andar de novo, mas foi a diretora que encontrou uma maneira de passar para uma nova fase em sua vida.

Trailer:

terça-feira, 4 de outubro de 2011

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Seminário “A Biblioteca como Instituição do Saber“ discute criação de bibliotecas escolares


O Goethe-Institut Salvador promoverá no mês de outubro, em parceria com o Instituto de Ciência da Informação (ICI) da UFBA , o Centro de Referência Integral ao Adolescente (CRIA), a Fundação Pedro Calmon (FPC), a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) e entidades comunitárias, o Seminário "A Biblioteca como Instituição do Saber", que se destina a discutir e avaliar a Lei Nº 12.244, de 24 de maio de 2010, que estabelece, num prazo de dez anos, a criação de bibliotecas escolares em todo o território nacional. 


O Seminário está dividido em duas partes: a primeira parte será dedicada ao importante tema das Bibliotecas Escolares, quando professores, bibliotecários e gestores públicos debaterão um modelo de Biblioteca Escolar adequado à realidade brasileira. Serão abordados temas como construção do acervo, aquisição de equipamentos, treinamento de pessoal buscando fornecer subsídios para uma política pública de fomento às Bibliotecas Escolares. Participarão como palestrantes o Sr. Günter Schlamp, especialista que irá proferir palestra sobre as bibliotecas escolares na Alemanha e sua experiência na cidade de Berlim, e a Dra. Nêmora Andrade, Presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia, que falará sobre a experiência brasileira nesta área.

O segundo dia será dedicado ao Projeto dos Centros Culturais de Bairro (CCBs), iniciativa que visa, à semelhanca de Bogotá, instalar centros culturais nos bairros periféricos de Salvador. Virá a Salvador a Dra. Mary Giraldo Genrifo, Diretora da Biblored, de Bogotá, considerada a mais exitosa experiência de bibliotecas de bairro periféricos em toda a América do Sul.

Quando: 24 e 25 de outubro, das 9h às 12h30 e das 14h às 17h
Onde: Sala Kátia Mattoso (3º andar)
Taxa de inscrição: R$ 30,00 (R$ 15,00, estudantes)
Mais informações: Tel.: 71 3338-4706 - E-mail: bibl@salvadorbahia.goethe.org

"Filmes para o Vestibular" apresenta: Deus e o Diabo na Terra do Sol


O projeto "Filmes para o Vestibular", sessão que a Biblioteca realiza com filmes que normalmente 
são pedidos em provas de vestibular, apresenta nesta quarta-feira (05), às 10h e 15h, o filme "Deus e o Diabo na Terra do Sol", do importante cineasta baiano Glauber Rocha.
Ficha técnica:
Título original: (Deus e o Diabo na Terra do Sol)
Lançamento: 1964 (Brasil)
Direção: Glauber Rocha
Atores: Geraldo Del Rey, Yoná Magalhães, Maurício do Valle, Othon Bastos.
Duração: 125 min
Gênero: Drama

Sinopse:
Manuel (Geraldo Del Rey) é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes (Mílton Roda) e acaba matando-o numa briga. Ele passa a ser perseguido por jagunços, o que faz com que fuja com sua esposa Rosa (Yoná Magalhães). O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião (Lídio Silva), que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Porém ao presenciar a morte de uma criança Rosa mata o beato. Simultaneamente Antônio das Mortes (Maurício do Valle), um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato.


Trailer:

Quando: 5 de outubro, 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)